PUBLICIDADE
Esportes

Árbitro que apitará duelo com a Costa Rica traz boas lembranças à Seleção

A Seleção Brasileira já sabe qual árbitro apitará seu segundo compromisso nesta Copa do Mundo, na próxima sexta-feira, contra a Costa Rica, em São Petersburgo. Trata-se do holandês Bjorn Kuipers, de 45 anos, que será auxiliado pelos compatriotas Sander Van Roekel e Erwin Zeinstra. Se na partida de estreia o Brasil teve de lidar com [?]

08:30 | 20/06/2018

A Seleção Brasileira já sabe qual árbitro apitará seu segundo compromisso nesta Copa do Mundo, na próxima sexta-feira, contra a Costa Rica, em São Petersburgo. Trata-se do holandês Bjorn Kuipers, de 45 anos, que será auxiliado pelos compatriotas Sander Van Roekel e Erwin Zeinstra.

Se na partida de estreia o Brasil teve de lidar com algumas interpretações um tanto quanto duvidosas do árbitro mexicano César Ramos, desta vez o time canarinho espera que o duelo com a Costa Rica tenha o mesmo desfecho de uma das partidas que disputou com Bjorn Kuipers como árbitro.

Em 2013, foi o árbitro holandês que apitou a final da Copa das Confederações no Maracanã. Na ocasião, a Seleção Brasileira decidiu o título contra ninguém mais, ninguém menos que a Espanha, então atual campeã do mundo. Resultado: 3 x 0 Brasil. Já no ano seguinte, em Lisboa, Bjorn Kuipers também foi o juiz da final da Liga dos Campeões entre Atlético de Madrid e Real Madrid.

Neste Mundial Kuipers já apitou uma partida, a vitória do Uruguai sobre o Egito por 1 a 0 em Ecaterimburgo. Para esta sexta-feira, o holandês contará também com os eslovenos Damir Skomina como quarto árbitro e Jure Praprotnik como árbitro reserva.

Gazeta Esportiva

TAGS