PUBLICIDADE
Esportes

Após frustrar expectativas, Tite projeta evolução da Seleção Brasileira

A Seleção Brasileira chegou à Copa do Mundo com 17 vitórias, três empates e apenas uma derrota sob o comando de Tite, desempenho suficiente para se tornar uma das grandes favoritas à conquista do título. As expectativas acabaram abaladas pelo empate por 1 a 1 com a Suíça na estreia e pelo sofrimento para derrotar [?]

19:30 | 27/06/2018

A Seleção Brasileira chegou à Copa do Mundo com 17 vitórias, três empates e apenas uma derrota sob o comando de Tite, desempenho suficiente para se tornar uma das grandes favoritas à conquista do título. As expectativas acabaram abaladas pelo empate por 1 a 1 com a Suíça na estreia e pelo sofrimento para derrotar a Costa Rica por 2 a 0.

?Criamos uma expectativa extremamente alta porque arrebentamos na fase de classificação e nos amistosos. Abraçamos essa expectativa, mas chegamos a um Mundial em que há um novo ciclo, um novo formato. Queria que arrebentássemos, como fizemos, por exemplo, no segundo tempo contra a Croácia e contra a Áustria, mas o torneio tem uma característica diferente?, argumentou Tite.

O Brasil está se adaptando às características da Copa do Mundo, segundo o seu treinador. Tanto é que melhorou bastante no último jogo da fase de grupos, superando a Sérvia por 2 a 0 com um pouco mais de tranquilidade, nesta quarta-feira, em Moscou.

?Não vivemos de expectativa, mas de realidade, de uma equipe que se forma durante a competição, que mentalmente suporta pressão, que tem desempenho, equilíbrio e peças de reposição?, orgulhou-se Tite. ?Hoje, o Marcelo se machucou com dois minutos de jogo. Fomos fortes. Temos margem de fortalecimento e crescimento?, previu.

Evoluir na fase de mata-mata da Copa do Mundo é a expectativa atual de Tite, que começará a preparar a Seleção Brasileira para enfrentar o México nas oitavas de final. O jogo está marcado para as 11 horas (de Brasília) de segunda-feira, em Samara.

?O potencial de crescimento não é quantificável. O que procuro é desafiar o time a crescer. Se os atletas atingem determinado ponto, faço o desafio de chegarem a um degrau maior. O desafio é individual e coletivo?, pregou Tite, antes de refazer o seu raciocínio inicial. ?Não sei aonde poderemos chegar. Criamos uma expectativa muito alta, mas isso aqui é Mundial, como diz o Sylvinho (auxiliar da Seleção)?, sorriu o comandante.

Gazeta Esportiva

TAGS