PUBLICIDADE
Esportes

Alemanha é a única campeã mundial que perdeu na estreia da Copa

17:45 | 18/06/2018
NULL
NULL

[FOTO1] A vitória da Inglaterra nos minutos finais diante da Tunísia sacramentou um triste cenário para os torcedores alemães que estão acompanhando a Copa do Mundo. Após o triunfo inglês, a Alemanha ficou sendo a única seleção campeã mundial que perdeu na estreia do Mundial deste ano, na Rússia.

Ao total, oito seleções diferentes levantaram a taça: a Itália não se classificou; Espanha, Argentina e Brasil ficaram no empate; por fim, França e Uruguai venceram em sua primeira partida. Com isso, os germânicos são os únicos campeões passados que não somaram pontos nesta primeira rodada.

A primeira equipe campeã do mundo que entrou em campo nesta Copa do Mundo foi o Uruguai. Depois de tanto martelar, Gimenéz marcou em cobrança de escanteio, aos 44 minutos do segundo tempo, garantindo a vitória da Celeste para cima do Egito.

Depois foi a vez da Espanha entrar no gramado pela Copa. Para a infelicidade dos espanhóis, Cristiano Ronaldo teve atuação memorável e não deixou Portugal sair com a derrota em Sochi: 3 a 3.

Às 07h00 (horário de Brasília) do último sábado, a França, campeã em 1998, sofreu, mas ainda assim saiu com a vitória diante da Austrália: placar de 2 a 1 construído com a ajuda da tecnologia.

Na partida seguinte, a Argentina não conseguiu sair com o triunfo, mas também não perdeu para a equipe da Islândia. Com Messi não tendo a inspiração ao seu lado, a Albiceleste somente empatou com o time europeu e viu a Croácia se distanciar no Grupo D.

%2b VEJA A TABELA DA COPA DO MUNDO

O Brasil, por outro lado, teve a oportunidade de se juntar a França e Uruguai, que venceram na primeira rodada do Mundial. Entretanto, depois de sair na frente do placar com golaço de Coutinho, a Seleção permitiu o empate da Suíça: 1 a 1.

A Alemanha, por sua vez, decepcionou. Mesmo com o favoritismo ao seu lado, os comandados de Joachim Low não corresponderam às expectativas, perderam para o México do ex-são-paulino Osorio e, agora, terão de correr atrás da vaga perante a Suécia e a Coreia do Sul.


Gazeta Esportiva

TAGS