PUBLICIDADE
Esportes

Adrien Silva exalta liderança de Cristiano Ronaldo: ?O melhor em tudo?

Como de costume, as entrevistas coletivas dos jogadores de Portugal sempre reservam perguntas relacionadas a Cristiano Ronaldo. E neste domingo não foi diferente. Dois dias depois do empate contra a Espanha, com atuação inspirada do camisa sete, e se preparando para enfrentar Marrocos, os lusos tiveram o meio-campista Adrien Silva diante dos jornalistas, que não [?]

08:15 | 17/06/2018

Como de costume, as entrevistas coletivas dos jogadores de Portugal sempre reservam perguntas relacionadas a Cristiano Ronaldo. E neste domingo não foi diferente. Dois dias depois do empate contra a Espanha, com atuação inspirada do camisa sete, e se preparando para enfrentar Marrocos, os lusos tiveram o meio-campista Adrien Silva diante dos jornalistas, que não abandonaram a tradição.

Hoje opção do time comandado por Fernando Santos, Silva exaltou o ?pacote completo? que CR7 oferece a seleção portuguesa. Além da qualidade técnica já conhecida, o meio-campista elencou a atitude, liderança e o espírito de grupo do capitão como pontos que fazem a diferença para o sucesso recente da delegação, que venceu a Eurocopa em 2016.

?Falar sobre seu lugar nas avaliações de melhor jogador de todos os tempos é muito pessoal. Mas posso garantir que, além do que vocês podem ver, Cristiano (Ronaldo) é um exemplo para nós diariamente. Ele não é somente os gols que marca, mas uma inspiração por seu comportamento, liderança e como nosso capitão. É motivo de orgulho dividir vestiário com ele. Também por isso que é o melhor em tudo, o melhor jogador do mundo?, disse Adrien.

Titular na campanha vitoriosa da Eurocopa de 2016, Silva perdeu espaço na seleção nos últimos dois anos, em grande parte por problemas burocráticos quando trocou o Sporting pelo Leicester. O clube inglês perdeu o prazo de inscrição e o jogador ficou impedido de atuar por cerca de seis meses. Mesmo assim, foi convocado para compor a delegação na Copa do Mundo e avaliou o empate no clássico ibérico.

?Não foi de todo o mal. Claro que não era o que queríamos e acho que isso ficou evidenciado desde o início, não estávamos lá para perder o jogo, isso mostra o nosso caráter. Mas foi positivo, de certa forma, porque estávamos jogando contra um forte candidato ao título?, ressaltou o português, que ainda comentou sobre o duelo com Marrocos.

?Nesse momento o que menos interessa é o nome da seleção. Sabemos que não existem jogos fáceis. Vimos nos outros jogos que os favoritos tiveram dificuldades contra seus adversários. Agora estamos preparados para enfrentar o Marrocos, que não sofreu nenhum gol nas eliminatórias. É uma equipe com qualidades e a dificuldade que vamos enfrentar será grande?, finalizou Adrien Silva.

Gazeta Esportiva

TAGS