PUBLICIDADE
Esportes

Acompanhe e comente a estreia do Brasil com a equipe do O POVO

Enquanto assiste à partida, confira análise em tempo real e comentários dos jornalistas do O POVO e

14:44 | 17/06/2018
A seleção brasileira inicia a busca pelo sonhado Hexa na Copa do Mundo da Rússia neste domingo, em Rostov-on-Don, onde Neymar e companhia tentarão mostrar que estão à altura das expectativas colocadas na equipe, uma das favoritas ao título, diante de uma Suíça que preza pela regularidade.
 
Enquanto assiste à partida, acompanhe a análise dos jornalistas do O POVO e comente pelo Facebook:
[VIDEO1] 
Na estreia no Grupo E do Mundial, todas as atenções estarão centradas na Seleção comandada pelo técnico Tite, que, enfim, terá Neymar à disposição sem restrições. O craque do Paris Saint-Germain, que passou por uma cirurgia depois de uma fratura no pé direito no início de março, se tornou o único contratempo de uma seleção brasileira que, desde que Tite assumiu o cargo de técnico em 30 de julho de 2016, se classificou para a Copa com os pés nas costas nas eliminatórias sul-americanas, somando nesses dois anos 17 vitórias, três empates e apenas uma derrota. As preocupações com o craque da Seleção, porém, foram dissipadas em um piscar de olhos, ou em mais uma jogada espetacular de Neymar.

Com Neymar 100% recuperado, a única dúvida do Brasil é o meia Fred, que se recuperou de lesão no tornozelo sofrida no dia 6 de junho, durante treino em Londres, e viajou com a equipe para Rostov. Mas sua presença no banco de reservas ainda é uma incógnita. Com isso, Tite terá à disposição o time que já mostrou considerar ideal para jogos contra equipes mais fechadas.
 
Assim coloca em campo uma formação com Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus Do outro lado do campo, o Brasil enfrentará uma seleção com tradição em se defender. Mas a equipe do técnico Vladimir Petkovic, atual 6ª colocada no ranking Fifa, fez ótima campanha nas eliminatórias europeias, nas quais perdeu a invencibilidade somente na última rodada, quando foi derrotada por Portugal e ficou com o segundo lugar da chave no saldo de gols.
 
Desde que Petkovic assumiu como técnico após a Copa de 2014, a Suíça conta com uma espinha dorsal pouco modificada nesses quatro anos, com Sommer, Lichtsteiner, Schär, Ricardo Rodríguez, Xhaka, Dzemaili e Xherdan Shaqiri, esse último o mais talentoso do elenco. Apesar da base forte, a Suíça ainda pena no ataque, setor onde Petkovic ainda não encontrou um homem-gol de confiança, já que Seferovic e Drmic não convenceram quando testados. Com isso, quem também briga pela titularidade no ataque é o jovem Breel Embolo.
 
Mais acostumado a jogar pelas pontas, o rápido Embolo pode ser escalado por Petkovic contra o Brasil, já que os suíços certamente apostarão nos contra-ataques para lidar com o talento e a habitual forte posse de bola dos brasileiros. A partida de estreia de Brasil e Suíça no Grupo E da Copa do Mundo da Rússia-2018 está marcada para às 21h00 do horário local (15h00 de Brasília) e será apitada pelo trio mexicano formado pelo árbitro Cesar Ramos e os assistentes Marvin Torrentera e Miguel Hernandez.
AFP 
TAGS