PUBLICIDADE
Esportes

Com invasão, tumulto e gritos de "7 a 1", Tite conduz único treino aberto da Seleção

17:30 | 25/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1] O técnico Tite conduziu o único treinamento aberto da Seleção Brasileira na Granja Comary durante a tarde desta sexta-feira. Do lado de fora, houve tumulto entre dezenas de torcedores que desejavam acompanhar a atividade e acabaram barrados – alguns invadiram o treino e outros ironizaram a goleada contra a Alemanha.

Em um trabalho de transição do meio para o ataque, Tite escalou Danilo, Geromel, Miranda e Weverson (São Paulo); Vitão (Palmeiras), Fred e Renato Augusto; Philippe Coutinho, Neymar e Brenner (São Paulo). Enquanto isso, no campo ao lado, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís fizeram atividades defensivas.

Em seguida, passaram para o trabalho de transição do meio para o ataque Vitinho (Cruzeiro), Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Caio Alexandre (Botafogo) Fernandinho e Paulinho; Willian, Taison e Gabriel Jesus. Os outros seguiram para o outro campo e realizaram exercícios defensivos.

Enquanto a movimentação ocorria, dezenas torcedores, incluindo crianças, seguiam aglomerados no alambrado. Alguns chegaram a invadir o centro de treinamento, mas não interferiram na atividade conduzida por Tite e foram retirados. “Uh! Uh! É 7 a 1!”, gritaram os mais insatisfeitos. A polícia atuou para controlar a situação.

Na última parte do treino, Tite ensaiou bolas paradas defensivas com uma série de cruzamentos na grande área. O atacante Douglas Costa, fazendo tratamento de lesão muscular na coxa esquerda, acompanhou a atividade em um dos bancos de reserva. Após a atividade, o técnico e os atletas atenderam convidados e torcedores.

O treinamento desta sexta-feira foi o último da Seleção aberto à imprensa no Brasil, uma vez que a atividade programada para a manhã deste sábado será fechada. No domingo, a delegação nacional embarca do Rio de Janeiro para a Inglaterra, sede do amistoso contra a Croácia, marcado para 3 de junho.


Gazeta Esportiva

TAGS