Participamos do

Governo Federal confirma sedes da Copa América no Brasil

Quatro Estados forma escolhidos para receber os jogos das dez seleções que vão disputar o torneio de seleções
18:35 | Jun. 01, 2021
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um dia após colocar em dúvida a realização da Copa América de 2021 no Brasil, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, não só confirmou o torneio de seleções no país como definiu os Estados que vão sediar as partidas. Rio de Janeiro, Mato Grosso, Distrito Federal e Goiás foram os escolhidos.

O anúncio foi feito pela conta do ministro no Twitter. “Confirmada a Copa América no Brasil. Venceu a coerência! O Brasil que sedia jogos da Libertadores, Sul-Americana, sem falar nos campeonatos estaduais e brasileiro, não poderia virar as costas para um campeonato tradicional como este. As partidas serão em MT, RJ, DF e GO, sem público”, escreveu Ramos.

Momento antes, em um evento de assinatura de contrato de transferência de tecnologia da Astrazeneca para a Fiocruz, o presidente Jair Bolsonaro já havia falado sobre o assunto, confirmando a realização do torneio no Brasil e justificando a decisão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Fui procurado pela CBF, com o anúncio de que a Federação (Associação) Argentina de Futebol (AFA) não tinha condições de realizar a Copa América. Respondi para o presidente da CBF, o senhor Caboclo, que em poucas horas daria uma resposta, porque as decisões que tomo, tenho que ouvir os ministros. Então ouvi os ministros interessados, apresentamos os argumentos, entre eles, que acabamos (de terminar) com a primeira fase da Libertadores. Foram aproximadamente 80 jogos na América do Sul, sem problema nenhum. E a segunda fase já foi anunciada para essa semana. Começaremos agora, na sexta-feira, com o jogo Brasil e Equador, as Eliminatórias da Copa do Mundo, sem problema nenhum. Então decidimos que, no que dependesse do Governo Federal, seguindo os mesmos protocolos, nós estaríamos em condições de realizar a Copa América aqui no Brasil”, disse o presidente.

No anúncio dos Estados que vão receber as partidas, porém, Bolsonaro citou o Mato Grosso do Sul, diferentemente de Luiz Ramos, que indicou o Mato Grosso como uma das sedes. O presidente da República disse ainda que um quinto governador ofereceu o Estado que chefia para jogos do torneio, mas não revelou qual e nem se será integrado.

“Faltava então, via, não só CBF, mas com a colaboração do ministro-chefe da Casa Civil, escolhermos as sedes em comum acordo com os governadores e agora já temos quatro. Aqui de Brasília, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. E mais um agora, que chegou um pouco atrasado, também se prontificando para sediar a Copa América", declarou.

Bolsonaro não falou sobre vacinação de jogadores e comitivas das seleções, como o ministro-chefe da Casa Civil disse que seria exigido, ainda na segunda-feira, 31. A Copa América começa no dia 13 de junho e tem final programada para 10 de julho. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags