PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Atlético-MG aceita oferta da Conmebol e programa vacinação de atletas

Vacinas são exclusivamente destinadas aos clubes que disputam as competições organizadas pela Conmebol, que recebeu a doação de 50 mil doses por parte do laboratório chinês Sinovac

17:27 | 17/05/2021
Coronavac é, a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.  (Foto: Governo do Estado de São Paulo / AFP)
Coronavac é, a vacina contra Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. (Foto: Governo do Estado de São Paulo / AFP)

O Atlético-MG comunicou nesta segunda-feira que vai vacinar seus jogadores. O clube aceitou a oferta da Conmebol para imunizar a delegação que estará no Paraguai na quarta-feira, visitando o Cerro Porteño pela Libertadores.

Para tomar a decisão, o presidente do Galo, Sérgio Coelho, consultou o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, que estimulou a aceitação das vacinas. Segundo o mandatário da equipe mineira, a oportunidade não poderia ser desperdiçada. "As vacinas são exclusivamente destinadas aos clubes que disputam as competições da Conmebol. Não há motivo para não aproveitar esta oportunidade", explicou.

O protocolo do Atlético-MG foi desenvolvido pelo diretor médico do clube, Dr. Rodrigo Lasmar, em conjunto com o Dr. Jorge Pagura, coordenador médico da CBF.

A vacinação de atletas na América do Sul ocorre após a Conmebol receber a doação de 50 mil doses por parte do laboratório chinês Sinovac.