PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Jornalista e ex-dirigente Alberto Damasceno morre aos 79 anos

Ex-presidente do América-CE, Damasceno também trabalhou no Ceará, Fortaleza e Federação Cearense

Brenno Rebouças
11:13 | 29/04/2021
Alberto Damasceno trabalhou no Ceará, Fortaleza e Federação Cearense de Futebol (Foto: Divulgação)
Alberto Damasceno trabalhou no Ceará, Fortaleza e Federação Cearense de Futebol (Foto: Divulgação)

Morreu na madrugada desta quinta-feira, 29, o jornalista, escritor, ex-dirigente e ex-empresário de futebol Alberto Damasceno, aos 79 anos. Conhecido como o eterno presidente do América-CE, clube que comandou por 23 anos, ele trabalhou também no Ceará, Fortaleza e Federação Cearense de Futebol.

Portador do mal de Parkinson, Alberto Damasceno estava acamado desde 2017 e faleceu devido a uma pneumonia, agravada pelo quadro frágil em que ele se encontrava. O sepultamento está marcado para às 14 horas desta quinta, no cemitério Jardim do Éden, em Pacatuba. Ceará e FCF emitiram notas de pesar em nome dele.

Alberto se orgulhava em dizer que tinha sido o empresário que mais exportou atletas cearenses para clubes da Europa. Ele foi um dos pioneiros em transferências internacionais no futebol cearense. Levava clubes daqui para fazer excursões em outros países e fechava negócio.

Foi superintendente de futebol no Fortaleza, no começo dos anos 2000 e depois ocupou o mesmo cargo no Ceará por muitos anos, a partir de 2006. Na FCF, foi relações públicas em duas oportunidades, em 1960 e no começo dos anos 1980.

Alberto Damasceno era um dos personagens dos bastidores do futebol alencarino, por isso conhecia muitas histórias e resolveu contá-las, em cinco livros. O mais completo deles se chama “Futebol Cearense - A História”, que começa desde o surgimento do primeiro clube até 2012, quando foi relançado, de forma atualizada.

Ele também escreveu sobre personagens históricos, fatos pitorescos e fez um recorte de cem anos (1903 - 2003) do futebol cearense. Damasceno foi o responsável também pelo livro que conta a história de Dimas Filgueiras. “Dimas - Guerreiro Alvinegro” foi lançado em 2012.