PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Recuperado de lesão, Patrick de Paula é trunfo do Palmeiras para reta final da temporada

A joia palmeirense não jogava desde a primeira semifinal contra o River Plate, pela Libertadores

14:10 | 23/01/2021
O jogador Patrick de Paula (no centro), da SE Palmeiras, pode atuar contra o Ceará neste domingo.  (Foto: Cesar Greco)
O jogador Patrick de Paula (no centro), da SE Palmeiras, pode atuar contra o Ceará neste domingo. (Foto: Cesar Greco)

O Palmeiras poderá ter um retorno importante contra o Ceará, neste domingo, às 16h (de Brasília), pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Castelão. Recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, o meia Patrick de Paula deverá voltar a estar à disposição. O camisa 5 foi desfalque nos últimos quatro jogos é uma das esperanças do Verdão para a reta final da temporada.

Na quarta-feira, o jovem de 21 anos treinou normalmente pela primeira vez após a contusão sofrida na vitória sobre o Sport, no último dia 9, na Ilha do Retiro. Desde então, a cria das categorias de base alviverdes foi baixa contra River Plate, Grêmio, Corinthians e Flamengo. 

Patrick de Paula é um dos grandes destaques do Palmeiras na temporada. Ao todo, foram 22 vitórias, 11 empates e 6 derrotas em 39 jogos realizados, aproveitamento de 65,8% dos pontos disputados. Sem o meia, o aproveitamento do Verdão cai para 62,6%.

O camisa 5 também foi um dos principais nomes na campanha vitoriosa do Campeonato Paulista. Na decisão do torneio, contra o Corinthians, o garoto cobrou o pênalti decisivo e garantiu o título para o Alviverde.

Patrick ainda foi fundamental no jogo de ida das semifinais da Libertadores, contra o River Plate, na Argentina. Com o volante, o Palmeiras não tomou conhecimento da equipe comandada por Marcelo Gallardo e venceu por 3 a 0. No duelo de volta, no entanto, o atleta não participou por conta da lesão muscular, e o time de Abel Ferreira foi derrotado por 2 a 0, apesar de toda a pressão adversária.

Agora, o Palmeiras confia em Patrick de Paula para a disputa das finais da Libertadores, contra o Santos, e da Copa do Brasil, contra o Grêmio. Apesar da pouca idade, o meia já demonstrou que não se intimida em decisões e deverá ser utilizado nos confrontos.