PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

'Difícil' para Messi seguir no Barcelona, diz pai do jogador

16:06 | 02/09/2020
Messi comunicou ao Barcelona que deseja deixar o clube (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)
Messi comunicou ao Barcelona que deseja deixar o clube (Foto: JAVIER SORIANO / AFP)

Jorge Messi, pai e representante do jogador argentino Lionel Messi, crê ser "difícil" que seu filho siga no Barcelona, segundo disse à imprensa após desembarcar na cidade espanhola para resolver a situação com o clube catalão.

Perguntado pela imprensa que o perseguiu durante todo o dia na cidade espanhola, o pai do craque afirmou que considera "difícil" a permanência de Messi no Barcelona, mas evitou comentar rumores sobre uma possível transferência para o Manchester City.

"Não sei. Não há nada ainda. Não falei com Pep (Guardiola, que treinou o jogador nos seus tempos de Barcelona e hoje está no Manchester City)", disse Jorge Messi. 

Segundo a imprensa esportiva local, o pai do atacante argentino deve se reunir nas próximas horas com o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, para tentar resolver a situação do filho, que não voltou a treinar porque acredita que seu contrato pode ser rescindido. 

O pai do ídolo do Barça, desembarcou na cidade espanhola por volta das 08h00 locais (03h00 de Brasília) no terminal de voos privados do aeroporto El Prat de Barcelona e, após se esquivar do batalhão de jornalistas e fotógrafos que aguardavam sua chegada, entrou em um táxi.

Há uma semana, seu filho abalou o mundo do futebol ao comunicar ao Barcelona, por meio de seus advogados, sua intenção de encerrar unilateralmente seu longo relacionamento com a equipe catalã, onde chegou aos 13 anos.

O seis vezes vencedor da Bola de Ouro tem uma cláusula em seu contrato, que termina em 30 de junho de 2021, pela qual ele poderia ir livremente para outro clube no final desta temporada.

Mas representantes do Barcelona afirmam que esta cláusula expirou no dia 10 de junho, e por isso o vínculo segue em em vigor, enquanto o jogador, de 33 anos, entende que estes prazos foram alterados pelo atípico calendário desta temporada, que terminou atrasado devido ao período de interrupção das competições por conta da pandemia do coronavírus.