PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Prefeitura do RJ volta atrás e adia presença de público nos estádios

O prefeito Marcelo Crivella anuciou a prorrogação em coletiva cedida à imprensa

Gabriel Lopes
14:36 | 09/07/2020
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Em coletiva cedida à imprensa na tarde desta quinta-feira, 9, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou o adiamento da decisão que permitia público nos estádios da cidade do Rio de Janeiro. O plano previa 1/3 da capacidade do estádio preenchida por torcedores a partir desta sexta-feira, 10 de julho. Não há nova data estipulada para a volta da torcida às arenas cariocas.

Crivella explicou o que motivou a decisão. "Em reunião com o conselho científico, decidimos que não terá torcida nos estádios agora. Não tem condições de manter a segurança fora do estádio, dentro do estádio e nos transportes. O governo do estado tem tido problemas em nos ajudar com a PM. Não vamos abrir correndo o risco de ter enormes aglomerações dentro e fora. A Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária não dariam conta", disse.

Com isso, as partidas finais do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Fluminense, acontecerão sem a presença de torcida. O jogo de ida acontecerá no domingo, 12, às 16 horas, enquanto a volta será na quarta-feira, 15, às 21h30min.