PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Copa do Nordeste: Bahia estende proibição de jogos por uma semana, mas deve receber torneio

Proibição de grandes eventos na Bahia foi estendida por mais sete dias. No Ceará, há pressão para antecipação da liberação do futebol

Brenno Rebouças
17:21 | 06/07/2020
Orelhuda, a taça da Copa do Nordeste (Foto: Divulgação/CBF)
Orelhuda, a taça da Copa do Nordeste (Foto: Divulgação/CBF)

O Governo da Bahia renovou, nesta segunda-feira, 6, o decreto que proíbe a realização de grandes eventos, incluindo as partidas de futebol, por mais sete dias. Mesmo assim, o Estado permanece como favorito para ser escolhido como sede do restante da Copa do Nordeste 2020, com possível início no dia 18 de julho.

Único concorrente - já que Pernambuco informou que não tem condições de receber o torneio -, o Ceará ganhou sobrevida com o novo decreto do governo baiano, uma vez que dirigentes dos clubes e da própria Liga do Nordeste acreditam que a mentora do futebol brasileiro colocará o restante do torneio no Estado que primeiro liberar as partidas de futebol e por aqui existe um movimento de pressão ao poder público.

Ceará, Fortaleza, Ferroviário, FCF e até o Sindicato dos Árbitros pressionam para a antecipação do futebol para a terceira fase, já em vigor, do plano de retomada econômica e de atividades. A atual etapa se estende até 19 de julho. Atualmente, os jogos estão previstos para a quarta fase, com previsão de início para 20 de julho.

Na carta aberta divulgada pelos três maiores clubes da capital, um dos argumentos para a antecipação é, exatamente, receber a Copa do Nordeste, o que movimentaria setores de hotelaria e gastronomia, afetados pela pandemia.

(Com Correio, via Rede Nordeste)