Participamos do

Para Mauro Carmélio, encerrar Campeonato Cearense em outro estado seria situação "constrangedora"

Ceará e Fortaleza avisaram ao presidente da FCF sobre possibilidade de encerrar torneio em outro Estado
16:03 | Jul. 02, 2020
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após negativa do governador Camilo Santana para antecipação da volta do futebol no dia 6 de julho, Ceará e Fortaleza comunicaram à Federação Cearense de Futebol a ideia de eventualmente jogarem o Estadual fora do Estado. Essa, porém, é uma solução "constrangedora" para Mauro Carmélio, presidente da FCF. Ao Esportes O POVO, o dirigente disse acreditar que a Capital tem condições de realizar partidas de futebol, sendo necessária apenas a liberação do Governo.

"Me falaram desse desejo ontem (quarta-feira, 1º). É inusitado. Temos mais seis clubes disputando o Cearense. Uma situação constrangedora, que teríamos condição de evitar com uma solução de antecipação da data de reinício do Estadual. Os clubes e locais de jogos estão prontos, com higienização, sanitização e testes PCR em todos os envolvidos (na operação de partidas), conforme comprometimento da FCF", declarou o presidente.

Representando a Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, em conjunto com Ceará e Fortaleza, havia solicitado a Camilo Santana a antecipação da volta dos jogos no Estado para o dia 6 de julho. A sugestão, já negada pelo governador, seria para conseguir terminar Cearense e Copa do Nordeste antes do início dos Campeonatos Brasileiros.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Teremos poucas datas para realizar duas competições - Nordestão e Cearense. Os nossos cinco representantes dos Brasileiros A, C e D devem estar aptos a competir em meados de agosto, conforme desejo da CBF e assim teremos que dar condições a todos os oito clubes (do Estadual) de disputar com tranquilidade e preparo as partidas finais do Cearense 2020 na sequência do Nordestão, que faltam também cinco datas", acrescentou o presidente.

No último sábado, 27, o governador Camilo Santana descartou a volta do futebol para 6 de julho, declarando em suas redes sociais que isso não havia sido nem discutido. Em resposta, Ceará e Fortaleza planejam jogar o Cearense fora do Estado.

Listen to "#100 - Como os clubes brasileiros podem se beneficiar com a MP 984" on Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags