PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Possibilidade de sede única para concluir Copa do Nordeste será discutida entre clubes

Dirigentes dos 16 clubes que disputam a Copa do Nordeste vão se reunir na terça-feira, 16, por videoconferência

Lucas Mota
17:38 | 14/06/2020
Ceará e Fortaleza empataram em 1 a 1 na Copa  do Nordeste 2020 (Foto: JÚLIO CAESAR/O POVO)
Ceará e Fortaleza empataram em 1 a 1 na Copa do Nordeste 2020 (Foto: JÚLIO CAESAR/O POVO)

Paralisada desde março, a Copa do Nordeste ainda não tem data para voltar. Nesta terça-feira, 16, está marcada uma reunião por videoconferência com os dirigentes dos 16 clubes que disputam o Nordestão para discutir sobre o futuro da competição e a possibilidade de sede única para concluir o torneio em 2020.

+ Ceará vai avaliar elenco em conclusão do Estadual e pretende contratar apenas na Série A

O Esportes O POVO procurou os presidentes de Ceará e Fortaleza, Robinson de Castro e Marcelo Paz, para falar sobre o assunto. A dupla afirmou que por enquanto não há nenhuma definição.

+ Prioridade do Fortaleza no mercado, Edinho tem empréstimo encaminhado para a Coreia do Sul

"Não foi discutido nada de uma fórmula. É desejo dos clubes que a competição seja encerrada no campo", comentou Marcelo Paz.

A ideia de sede única pode facilitar a conclusão da competição em meio à pandemia do novo coronavírus. Com calendário apertado devido à paralisação do futebol brasileiro em março, a possibilidade de realizar todos os jogos em um único estado encurtaria o torneio e daria condições adequadas para seguir protocolos de segurança.

Com partidas com portões fechados, a condição de mandante não seria uma vantagem, mantendo assim o equilíbrio entre os clubes participantes. A Copa do Nordeste se encontra na 8ª rodada, a última da fase de grupos, para definir os oito classificados para o mata-mata. Apenas Fortaleza e Bahia, da chave A, garantiram vagas na próxima etapa da competição de forma antecipada.

No mata-mata, as quartas de final e as semifinais são disputadas em jogo único. Apenas a final prevê partidas de ida e volta.

A reportagem do Esportes O POVO também tentou contato através de mensagem e ligação com o presidente da Federação Cearense de Futebol (FCF) e da Liga do Nordeste, Mauro Carmélio e Eduardo Rocha, mas obteve retorno.

Em entrevista ao portal Globo Esporte, Eduardo Rocha ressaltou a questão financeira como fator determinante para a conclusão do Nordestão. "A Copa do Nordeste tem pouquíssimas rodadas. Precisamos de mais quatro ou cinco datas e isso são 20 dias no máximo. Além disso, a Copa traz dinheiro aos clubes, que só pode chegar se acontecer", afirmou.

Em abril, a proposta de sede única foi ventilada pelo próprio Eduardo Rocha. A ideia era realizar todos os jogos em Recife em um intervalo de dez dias.

Dos 16 clubes em disputa na Copa do Nordeste, apenas Ceará e Fortaleza retomaram os treinamentos no início de junho. As atividades seguem protocolo de segurança com treinos individuais.

EXTRA - ENTENDA A VOLTA DO FUTEBOL CEARENSE EM 7 PONTOS: OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST

Listen to "#97 - Volta do futebol cearense em 7 pontos" on Spreaker.