PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Governo prorroga isolamento social e clubes cearenses vão chegar aos 75 dias sem atividades presenciais

Serão mais dez dias sem a possibilidade de retomar as atividades esportivas, mas a partir de junho haverá liberação gradual e treinos podem estar no primeiro grupo

Brenno Rebouças
19:02 | 20/05/2020
Sedes e centros de treinamentos dos clubes cearenses seguirão vazios até o fim de maio (na foto, estádio Alcides Santos, sede do Fortaleza) (Foto: Beatriz Boblitz)
Sedes e centros de treinamentos dos clubes cearenses seguirão vazios até o fim de maio (na foto, estádio Alcides Santos, sede do Fortaleza) (Foto: Beatriz Boblitz)

A possibilidade de volta aos treinos presenciais para os clubes cearenses ficou para o mês de junho. O Governo do Estado renovou o decreto de isolamento social rígido por mais dez dias, com perspectivas de liberação gradual de atividades para o mês seguinte.

Com isso, maio será encerrado como o segundo mês de paralisação total das atividades esportivas e somados aos dias de março, os clubes vão chegar a 75 dias sem treinos convencionais e jogos.

O governador Camilo Santana anunciou que a partir de junho uma retomada será feita, de forma gradual, e é possível que os treinos dos clubes estejam logo na primeira fase. O plano será apresentado pelo Governo até sexta-feira.

A CBF decretou paralisação das competições em 15 de março, mas o futebol cearense só parou dois dias depois. Em abril, Ceará e Fortaleza concederam férias ao elenco e neste mês de maio os treinos têm sido por videoconferência, com os jogadores em casa.