PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Clubes da Série C pretendem pedir novo aporte financeiro da CBF, revela presidente do Ferroviário

Diretorias das equipes da Terceirona esperam novo auxílio financeiro para ajudar com despesas em meio à pandemia do coronavírus, que paralisou o futebol

Lucas Mota
19:18 | 11/05/2020
CBF concedeu auxílio individual de R$ 200 mil para clubes da Série C, em abril
CBF concedeu auxílio individual de R$ 200 mil para clubes da Série C, em abril (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Em abril, os 20 clubes da Série C do Campeonato Brasileiro receberam R$ 200 mil, cada um, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como ajuda financeira em meio à crise do coronavírus que paralisou as atividades do futebol. Mais de um mês após o auxílio, as diretorias das equipes envolvidas na Terceirona seguem debatendo virtualmente a situação das agremiações e devem solicitar novo aporte à maior entidade do esporte.

+ Apoio financeiro da CBF não agrada clubes cearenses

A informação foi revelada pelo presidente do Ferroviário, Newton Filho. O clube é o único time cearense na terceira divisão do campeonato nacional. "Temos debatido internamente no grupo dos presidentes dos clubes da Série C. Vamos solicitar", comentou o mandatário coral ao Esportes O POVO.

O recurso anterior, de R$ 200 mil, foi usado 100% pelo Ferroviário pagar salários de jogadores. Entretanto, o valor destinado pela CBF não cobre toda a folha salarial do clube.

"São recursos insuficientes visto às necessidades do clube paralisado. Entendemos como um primeiro sinal de auxílio da CBF e esperamos sensibilidade de um novo aporte considerando que a pandemia e sua consequente paralisação já perdura mais que o tempo calculado pela próprio CBF", afirmou Newton.

Além dos clubes da Série C, equipes da Série D e das duas divisões do futebol feminino receberam auxílio individual da CBF. Ao todo, a maior entidade do esporte desembolsou R$ 19 milhões para ajudar as agremiações.

O futebol brasileiro paralisou as atividades em março. Por enquanto, não há previsão de retorno nacional do esporte. No estado do Ceará, os clubes cearenses vão aguardar a liberação do Governo estadual.

O decreto do governador Camilo Santana de rígido isolamento social vai até o dia 20 de maio, podendo ser estendido novamente. Ceará e Fortaleza já adiantaram medidas de prevenção, com protocolos criadas e compra de testes para o coronavírus.

EXTRA: OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST

Listen to "#95 - G7 do Nordeste em meio à pandemia do coronavírus" on Spreaker.