PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Quebra de distanciamento social pode tirar VAR de competições europeias

Uefa discute nesta quinta-feira a possível retirada do árbitro de vídeo da Champions League e Europa League. Motivo é a sala onde fica os três assistentes, onde quebraria a regra de distanciamento social

Gerson Barbosa
18:46 | 22/04/2020
Também foi discutido possibilidade de colocar telas de vidro entre árbitros na sala
Também foi discutido possibilidade de colocar telas de vidro entre árbitros na sala (Foto: Valery Hache/AFP)

Para chegar a um consenso quanto ao retorno do futebol europeu, a Uefa pode tomar algumas decisões nas reuniões importantes que está tendo nesta semana. Segundo informações do canal de rádio e TV francês RMC Sport, a entidade deve discutir a retirada do assistente de vídeo (VAR) das suas competições por conta da possibilidade de contágio do novo coronavírus.

Isso acontece porque a sala de controle do VAR, que costuma ter no mínimo três pessoas, seria um local de quebra do protocolo de distanciamento social. Os três árbitros que ficam na sala não conseguiriam ficar a mais de dois metros de distância um do outro. Essa questão do assistente de vídeo será debatida na reunião do Comitê Executivo da Uefa, marcada para esta quinta-feira, 23.

Ainda segundo a RMC Sport, também foi mencionada a possibilidade de colocar vidros entre os assistentes dentro da sala, para diminuir o contágio. O retorno do VAR, porém, não é bem visto por especialistas na área de arbitragem pelo mundo.

Mark Clattenburg, ex-árbitro inglês, falou ao Daily Mail no início do mês que "se o distanciamento social estiver empregado quando o futebol retornar, então não há nenhuma possibilidade de se ter uma sala para o VAR". Na ocasião da entrevista, Mark se referia à Premier League, onde o VAR é operado de uma mesma sala para todos os jogos, diferente do Brasil onde a sala é em cada estádio.

A Uefa termina as suas reuniões da semana nesta quinta-feira, 23, quando o Comitê Executivo da entidade se reúne. O VAR, segundo o RMC Sport, será pauta do encontro.