PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Ceará e Fortaleza elogiam aporte financeiro da CBF para o futebol feminino

Lucas Mota
17:01 | 08/04/2020
Ceará e Fortaleza estão no Brasileirão Série A2
Ceará e Fortaleza estão no Brasileirão Série A2 (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Ceará e Fortaleza vão receber auxílio individual de R$ 50 mil da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), destinado às equipes de futebol feminino. O aporte financeiro faz parte dos repasses da maior entidade do esporte para os 36 times da Série A2 do Campeonato Brasileiro, totalizando R$ 1,8 mi. A medida agradou as diretorias do Vovô e do Leão.

+ Apoio financeiro da CBF não agrada clubes cearenses

Diretor do Futebol Feminino do Fortaleza, Gildo Ferreira ressalta a importância do invesitimento da CBF no momento de crise provocada pela pandemia do coronavírus no Brasil, que paralisou todas as competições do esporte. Segundo o dirigente, o recurso será utilizado exclusivamente para manutenção dos salários. O clube do Pici projetou orçamento de R$ 180 mil para o time em seis meses, durante a janela de torneios.

+ "Valor abaixo do que deveria", diz dirigente do Guarany de Sobral sobre ajuda da CBF

"Mostra que a CBF está atenta à situação, corresponsabilidade sobre o que está acontecendo no cenário esportivo por conta da pandemia. A gente recebe com bons olhos e ficamos muito gratos pela importância das divisões inferiores tanto no futebol feminino quanto masculino", afirmou Gildo ao Esportes O POVO.

+ Auxílio financeiro da CBF, de R$ 200 mil, não atende pedido dos clubes da Série C

Eduardo Arruda, diretor de Futebol do Ceará, também elogia a decisão da CBF. Internamente, a diretoria ainda estuda de que forma a quantia vai contribuir na manutenção do time alvinegro, que possui orçamento anual em torno de R$ 800 mil.

"A gente fica muito feliz em relação ao repasse nesse momento. O futebol feminino ainda não dá retorno financeiro, tem custo e existe departamento com vários profissionais. É uma despesa alta e o apoio da CBF é importante. O repasse vai nos ajudar bastante na condução do ano do futebol feminino, a bancar salários de atletas e da comissão técnica", comentou o dirigente do Vovô.

A Série A2, com 36 equipes divididas em seis grupos, dá acesso aos quatro melhores colocados para a A1, elite do futebol feminino nacional. O Ceará está na chave A, enquanto o Fortaleza ocupa a B.

A segunda divisão do Campeonato Brasileiro chegou a realizar jogos da primeira rodada, em 15 de março, antes de ocorrer a paralisação por tempo indeterminado. O Ceará venceu o Oratório por 5 a 0. O Fortaleza não estreou no torneio.

Além do aporte financeiro para a Série A2, a CBF destinou R$ 120 mil aos 16 times da primeira divisão. No futebol masculino, as 20 equipes da Série C receberam R$ 200 mil, enquanto os 68 clubes da Série D ganharam R$ 120 mil.

Listen to "#93 - Top-15: lista de filmes, séries, livro e podcast sobre esportes para conferir na quarentena" on Spreaker.