PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

CBF antecipa taxas para árbitros durante período sem futebol

Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) solicitou à CBF um aporte financeiro para a categoria e a mentora concedeu

Brenno Rebouças
20:51 | 31/03/2020
Árbitro FIFA como Anderson Daronco vão receber parcela de R$ 6 mil
Árbitro FIFA como Anderson Daronco vão receber parcela de R$ 6 mil (Foto: Fco Fontenele)

Dirigentes e jogadores de futebol não são os únicos que calculam prejuízos neste período de paralisação do futebol devido a pandemia de coronavírus. Os árbitros de futebol também foram afetados economicamente e por isso a Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF) solicitou à CBF um aporte financeiro para a categoria e a mentora concedeu.

O anúncio foi feito pelo presidente da ANAF, Salmo Valentim, no Twitter. Os valores pagos pela Mentora serão de R$ 6 mil para quem tem o escudo FIFA, R$ 3 mil para quem está habilitado na categoria AB e R$ 1.5 mil para quem for da categoria C e D, sendo os dois últimos escudos da CBF. O repasse já começa a ser feito nesta quarta-feira, 1.

Não se trata de uma doação da CBF, mas sim uma antecipação de taxas. Quando os jogos voltarem e os árbitros forem escalados, esse adiantamento será descontado. Segundo informações do O Globo, R$ 900 mil reais serão pagos aos árbitros nesse atendimento à solicitação da ANAF.

No Estado do Ceará, nenhum árbitro carrega o escudo FIFA, mas três fazem parte da categoria AB: Cesar Magalhães, Léo Simão e Adriano Barros. Outros quatro árbitros assistentes também vão receber o valor intermediário (de R$ 3 mil): Jailson Albano, Eleutério Marques, Cleberson Nascimento e Anderson Farias.