PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Após gol polêmico do United, Klopp se revolta contra o VAR

Alemão reclama de falta cometida por Lindelof em Origi no início da jogada

16:19 | 21/10/2019
Técnico alemão reprovou desempenho do VAR
Técnico alemão reprovou desempenho do VAR (Foto: Foto: Paul Ellis/AFP)

Neste domingo, o clássico entre Manchester United e Liverpool terminou empatado pelo placar de 1 a 1, e a partida ficou marcada pelo VAR, que não viu falta na origem da jogada que resultou no gol dos Diabos Vermelhos. Após o duelo, o técnico dos Reds, Jurgen Klopp, não poupou críticas ao recurso de vídeo.

Sem esconder a sua insatisfação, o comandante do Liverpool disse que houve infração clara e que tinha certeza de que o gol adversário seria anulado.

“Para mim, foi falta clara. O problema do VAR é que o árbitro deixa seguir a ação do gol do United, porque se achou que o VAR corrigiria a jogada, e depois o VAR não mudou. Não faz sentido. Para mim, fio falta clara. Quando o árbitro consultou a tecnologia, estava certo de que o gol de Rashford seria anulado”, disse.

Além disso, Klopp evitou se colocar contrário ao VAR, mas voltou a criticar alguns aspectos do protocolo de utilização do recurso na Inglaterra.

“Tudo bem ter o VAR. Com os acontecimentos fora da jogada e com as mãos, ele deixa as coisas mais claras. Mas não para ações em que o árbitro deveria apitar, mas sabe que tem o VAR como apoio. Quando acaba a ação, o VAR pode considerar que a infração não foi grave o sucificiente e aí mora o problema. Se é falta, é falta”, completou.