PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Marcelo Veiga tenta explicar péssima fase do Ferroviário

O Tubarão vem de cinco derrotas consecutivas na Série C, sendo duas sob o comando de Veiga

18:19 | 12/08/2019
Marcelo Veiga busca reerguer o Ferroviário na tabela.
Marcelo Veiga busca reerguer o Ferroviário na tabela.(Foto: Reprodução/Ferroviário AC)

A vaga nas quartas-de-final da Série C, que parecia garantida, está muito ameaçada após a queda vertiginosa do Ferroviário na tabela. Desde a saída de Marcelo Vilar do comando da equipe, no dia 25 de junho, ao final do primeiro turno, o Tubarão da Barra conseguiu apenas uma vitória e um empate, enquanto obteve cinco derrotas (nas últimas cinco rodadas). Nem Leandro Campos, que já foi demitido, nem Marcelo Veiga, atual comandante, conseguiram retomar o ótimo desempenho da primeira metade da competição.

A queda de desempenho resultou na saída do Ferroviário do G4 do grupo A pela primeira vez na competição, com a equipe estando na sexta colocação. Em coletiva de imprensa cedida após o jogo, Marcelo Veiga tentou explicar os motivos para os resultados ruins das últimas partidas. Ele disse que o Ferroviário está “vivendo um pouquinho de falta de competência, está deixando as coisas acontecerem”.

O treinador também citou a falta de confiança como um fator para as vitórias não serem mais frequentes nas últimas semanas. “É lógico que em um momento como esse você acaba nem confiando no companheiro que tá do lado, porque nada dá certo, então as coisas começam a mudar”, ressaltou.

Apesar disso, Veiga acredita que a análise dos motivos das derrotas, em conjunto com uma maior doação por parte da equipe, deve mudar o atual panorama do Ferroviário no campeonato, fazendo com que o time se classifique para a fase de mata-mata da Série C.

Restando apenas duas rodadas para o encerramento do grupo A, o Ferroviário depende apenas de si para conseguir a vaga. Ele enfrenta o Imperatriz fora de casa na próxima rodada, dia 17, e fecha sua participação contra o Confiança, no estádio Presidente Vargas, dia 25. Os dois adversários são concorrentes diretos por vaga no G4.

O Povo