PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Vida que segue...

Treinador mais vitorioso da história recente do Fortaleza, Rogério Ceni deixa o Leão após 21 meses e três títulos conquistados. Ele vai para o Cruzeiro, que pagará multa de R$ 1 milhão ao Tricolor. O treinador chorou ao se despedir dos jogadores e funcionários

00:00 | 12/08/2019
(Foto: )

Ninguém que estava presente na concentração vai se esquecer do momento da saída de Rogério Ceni no Fortaleza. Neste domingo pela manhã, o técnico - para muitos considerado o maior da história centenária do Tricolor - chorou muito ao se despedir e abraçar jogadores, diretores e funcionários do clube. Terminava ali uma relação extremamente vencedora tanto para o treinador - que reergueu a recente carreira após ruim passagem pelo São Paulo - como para a instituição - colecionou três títulos em 21 meses e teve em Rogério um condutor para planejar o futebol com visão mais moderna e profissional.

"Saio com o coração partido", disse reiteradas vezes na despedida, além de lembrar das conquistas e dos momentos marcantes das taças da Série B 2018, Cearense 2019 e Copa do Nordeste 2019.

O inegável carinho do treinador com o clube, entretanto, não foi páreo para que ele resistisse ao projeto proposto pelo Cruzeiro, ainda que o clube mineiro viva uma crise política e financeira das mais graves - há dirigentes afastados e inquérito policial aberto para investigar pagamentos suspeitos, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. 

A especulação de seu nome havia começado já na quinta-feira, após a saída de Mano Menezes. O novo salário de Ceni será de R$ 500 mil, contrato até o fim de 2020 e carta branca para administrar o elenco. O Cruzeiro hoje está na zona de rebaixamento da Série A com 11 pontos. Ontem, empatou em 2 a 2 com o lanterna Avaí.

A saída de Rogério Ceni vai representar a entrada no caixa do Fortaleza da multa contratual prevista no acordo mútuo. Caso o mandasse embora, o clube teria que pagar os valores restantes para o fim do compromisso - quatro meses. Da mesma forma, portanto, o agora treinador do Cruzeiro fará o ressarcimento devido - na negociação, Rogério informou a necessidade de tal pagamento, que ficará a cargo do Cruzeiro. Como o seu salário mensal era R$ 250 mil - recebeu aumento de 2018 para 2019 - o valor total será de R$ 1 milhão. Toda a equipe que trabalha com o ex-goleiro deixa o Fortaleza; o preparador físico Danilo Augusto da Silva, além dos auxiliares Nelson Simões Junior e o francês Charles Alexandre Hembert. Eles trabalham juntos desde o São Paulo.

O elenco do time já está em Maceió para enfrentar hoje o CSA, às 20 horas, jogo válido pela rodada 14 da Série A. Os atletas serão comandados por Marconne Montenegro, técnico do sub-20, mas Nelson Simões ainda estará presente para finalizar o trabalho.

Em números gerais, Ceni dirigiu o clube por 94 jogos (até este domingo), ganhou 51, empatou 18 e perdeu 25. Um aproveitamento de 60,63%. Foi o quinto treinador que mais comandou o Tricolor em jogos oficiais, de acordo com levantamento do setorista Miguel Júnior, da rádio O POVO/CBN.

Somente em 2019 foram 38 jogos, 18 vitórias, 9 empates e 11 derrotas, um aproveitamento de 55,25%. Rogério Ceni sai deixando o Fortaleza fora da zona de rebaixamento da Série A do Brasileiro - independente do jogo contra o CSA - objetivo do time na competição. Em vídeo nas redes sociais do clube, o presidente Marcelo Paz agradeceu as conquistas e o trabalho de Ceni. Declarou oficialmente a "gratidão enorme". Na repercussão ao longo do dia, em diversas manifestações, a torcida também disse obrigado ao técnico mais vitorioso da história recente do Fortaleza Esporte Clube.

LEIA MAIS NAS PÁGINAS 24, 25 E 27

OS NÚMEROS DE CENI NO LEÃO

- 21 meses no comando da equipe. Foi anunciado como técnico do Tricolor em 10/11/2017

- Jogos: 94

- Vitórias: 51

- Empates: 18

- Derrotas: 25

- Aproveitamento: 60,63%

Em 2019

- Jogos: 38

- Vitórias: 18

- Empates: 9

- Derrotas: 11

- Aproveitamento: 55,25%

Títulos conquistados:

- Campeão Brasileiro da Série B 2018 (com o Acesso à Série A)

- Campeão Cearense 2019

- Campeão da Copa do Nordeste 2019

Fernando Graziani