PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Sueca Pia Sundhage é apresentada como nova técnica da seleção feminina de futebol

Bicampeã olímpica, Pia tentará conduzir o Brasil na luta para conquistar seu primeiro ouro em Olimpíada em 2020.

19:28 | 30/07/2019
Pia foi apresentada pelo presidente da CBF.
Pia foi apresentada pelo presidente da CBF. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação)

A nova comandante da Seleção Brasileira feminina de futebol foi apresentada nesta terça-feira pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Pia Sundhage chega com um currículo recheado de títulos – incluindo duas medalhas olímpicas de ouro com os Estados Unidos – e carregando a esperança de reviver os melhores momentos da equipe canarinho. A estreia da treinadora será em torneio com Argentina, Chile e Costa Rica, entre 26 de agosto e 3 de setembro, no Pacaembu.

“Estou respirando futebol, é um grande passo para mim. Estou muito orgulhosa e feliz com o fato de olhar ao lado e ver gente muito solícita. Vou trabalhar muito, vou dar o meu melhor e para fazer isso, você precisa de um grande time. E o Brasil é um grande time. Na Copa, a diferença entre ter sucesso ou não é muito pequena. Estou muito animada – declarou a nova técnica da Seleção Feminina”, comentou a técnica.

Na década passada, o Brasil viveu seu auge no futebol feminino, alcançando finais olímpicas e mundiais. Na última Copa do Mundo, o time obteve a vaga na etapa inicial apenas no índice técnico e foi eliminado nas oitavas de final para a França. Pia Sundhage fala sobre a cobrança na Seleção:

“É um privilégio jogar sob pressão, como treinadora também. Quando comecei a jogar, não tinha nem mídia. Quando voltei para a Suécia, com a medalha de bronze, nada também aconteceu. A mídia é importante para mostrar que o futebol feminino é importante. Vou dar o meu melhor. Fico muito feliz de vocês fazerem essas perguntas. Porque lá no início, ninguém fazia perguntas e se interessava pelo futebol feminino. Agradeço a vocês”, disse.

 

 

(Gazeta Esportiva)