PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Lei do ex no Clássico-Rei? Ceará e Fortaleza têm jogadores que passaram pelo rival

Na atual temporada, cinco atletas dos elencos do Vovô e do Leão se enquadram na folclórica legislação futebolística, mas apenas dois devem jogar

10:22 | 30/07/2019
Juninho atuou em 2018 e em 2019 pelo Ceará
Juninho atuou em 2018 e em 2019 pelo Ceará(Foto: JULIO CAESAR/O POVO)

No primeiro Clássico-Rei na Série A, em 2019, a famosa "lei do ex", - quando um jogador que vestiu a camisa do clube adversário balança as redes -, pode aprontar no Castelão. Na atual temporada, cinco atletas dos elencos do Vovô e do Leão se enquadram na folclórica legislação futebolística, mas apenas dois devem jogar.

+ CONFIRA A TABELA DA SÉRIE A

A maior possibilidade de ocorrer a "lei do ex" está do lado tricolor. Isso porque dos três jogadores do elenco do Fortaleza que já vestiram as cores alvinegras dois são titulares: Osvaldo e Juninho. A dupla, inclusive, tem sido importante na construção ofensiva do Leão. O atacante Éderson também atuou no Ceará, mas está lesionado e não tem condições de jogo.

+ Olho nos números: quem são os destaques de Ceará e Fortaleza para o Clássico-Rei

Do lado alvinegro, as chances são mínimas da "lei do ex" aparecer. Os dois atletas do Vovô que vestiram a camisa do Leão são o zagueiro Charles e o volante Auremir. Ambos não são titulares, nem estão sendo relacionados para as partidas no Brasileirão.

Do quinteto, o volante Juninho é o caso mais recente de vira-casaca. Até abril, ele defendeu o Ceará antes de se transferir para o Fortaleza. Pelo Vovô, o jogador atuou em seis Clássicos entre o período de 2018 a 2019, conquistando duas vitórias, três empates e uma derrota. O meio-campista foi campeão Cearense pelo Alvinegro, no ano passado, diante do Tricolor.

Cria das categorias de base do Fortaleza, Osvaldo atuou pelo Ceará em 2011, quando marcou cinco gols em 45 jogos. O atleta teve uma participação marcante em Clássico-Rei, marcando o gol da vitória do Vovô sobre o Fortaleza por 1 a 0, na final do 1° turno do Estadual daquele ano. O zagueiro Charles, hoje no Ceará, e o atacante Éderson, atualmente no Fortaleza, não vivenciaram o Clássico, quando estavam no maior rival.

O volante Auremir foi campeão Cearense pelo Fortaleza em 2015, diante do Ceará. No Leão, ele disputou quatro Clássicos, vencendo duas, empatando uma e perdendo uma.

OUÇA O NOVO EPISÓDIO DO FUTCAST:

Listen to "#64 - Felipe Alves abre o jogo: disputa com Boeck, relação com Ceni, defesas de pênalti" on Spreaker.

ASSISTA AO NOVO VÍDEO DO NA PRANCHETA:

O Povo