PUBLICIDADE
Futebol
Árbitro de Vídeo

Pedido tardio deve impedir uso do VAR na final do Campeonato Cearense

FCF fez solicitação formal à CBF nesta segunda-feira, 15, mas ainda não obteve resposta

22:32 | 15/04/2019
Sala do Árbitro de Vídeo utilizada na Arena Corinthians, para a Copa do Brasil
Sala do Árbitro de Vídeo utilizada na Arena Corinthians, para a Copa do Brasil(Foto: Leandro Lopes/CBF/Divulgação )

A Federação Cearense de Futebol aguarda uma resposta da CBF sobre a possibilidade da utilização do árbitro de vídeo (VAR) no segundo jogo da final do Campeonato Cearense, marcado para o próximo domingo, 21. O Esportes O POVO apurou que a viabilidade técnica ainda está sendo analisada, mas o tempo hábil para a instalação, incluindo todo o protocolo, dificulta a possibilidade do uso da tecnologia no quarto Clássico-Rei do ano.

O pedido foi feito pelo Fortaleza, ainda na semana passada, visando o primeiro jogo da final, mas fora do prazo mínimo de sete dias estipulado no regulamento geral de competições da FCF, que delega os custos a quem solicitar. Sem chance de ter o VAR no domingo passado, a expectativa era de que no próximo, dia 21 de abril, a decisão contasse com a tecnologia.

O problema é que a vinda do VAR exige, além da instalação das câmeras, a preparação de uma sala de vídeo, a vinda de uma equipe de apoio especializada, palestra para os clubes e escala de árbitros que fizeram o curso de árbitro de vídeo promovido pela CBF.

Muitos estaduais pelo Brasil também solicitaram o VAR e a maioria dos profissionais que vão trabalhar com a tecnologia ainda estão em treinamento. A FCF chegou a enviar um documento oficializando o pedido para CBF nesta segunda-feira, 15, mas ainda não obteve resposta.

O Esportes O POVO apurou que, apesar da possibilidade do uso do árbitro de vídeo na final do Campeonato Cearense ainda não estar descartada, internamente a FCF já admite que a resposta da CBF deve ser negativa.

 

BRENNO REBOUÇAS