PUBLICIDADE
Futebol
Paulistão

Gustagol volta, marca e Corinthians arranca empate no fim

A boa fase de Gustagol não acabou com sua lesão no joelho. Nos minutos finais, o centroavante estava no lugar certo e na hora certa para marcar

21:41 | 24/03/2019
Atacante chegou ao oitavo gol na temporada. Foto: Reprodução
Atacante chegou ao oitavo gol na temporada. Foto: Reprodução (Foto: Reprodução )

O Corinthians soube lidar bem com a ausência de Gustagol nas últimas quatro partidas, mas, a equipe alvinegra voltou a ser salva pela boa fase de seu artilheiro. Nos minutos finais do primeiro confronto com a Ferroviária, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, foi dele o gol que garantiu o empate por 1 a 1 no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara. Agora, a definição de quem ficará com a vaga nas semifinais sairá do duelo marcado para quarta-feira, às 21h30, na Arena de Itaquera.

Ciente do estilo de jogo dos mandantes, Fábio Carille adiantou a marcação do Corinthians. Mas, apesar de Vagner Love, Pedrinho e Clayson intimidarem os defensores da AFE, a equipe de Vinicius Munhoz não abandonou sua estratégia de sair tocando e usar muito o goleiro Tadeu.

Os visitantes também não tinham qualquer ansiedade por lançamentos e tocavam a bola em busca dos espaços. Assim, a primeira etapa foi marcada por um jogo bem jogador e muito equilibrado.

Faltou, porém, infiltração e finalização. Léo Arthur, formado pelas categorias de base do Corinthians, desperdiçou a melhor oportunidade da Ferroviária ao chutar rasteiro de fora da área e tirar demais. A bola raspou a trave de Cássio.

O Timão também chegou perto de abrir o placar. Por duas vezes, Manoel assustou o goleiro adversário ao se arriscar na área de ataque.

Sem gols, o intervalo chegou e serviu não só para ajustes. Cássio foi avaliado depois de reclamar de dores no quadril e acabou sendo preservado. Walter entrou no time alvinegro.

Mas, o panorama do confronto não mudou muita coisa. Tudo até os nove minutos, instante em que Diogo Mateus teve tanta liberdade, que apesar da longa distância, resolveu mandar para o gol. O lateral direito acabou acertando uma bomba próxima ao ângulo cruzado de Walter, que não conseguiu impedir um verdadeiro golaço na Fonte Luminosa.

Carille, então, resolveu agir. Colocou Gustagol, que não entrava em campo há quatro partidas, e Jadson em campo. Sacou Pedrinho e Ralf. O Corinthians passou a ficar mais com a bola, enquanto os donos da casa adotaram o contra-ataque como estratégia.

O tempo foi passando e claramente os corintianos se frustrando com os insucessos nas tentativas de ataque. O goleiro Tadeu praticamente não foi exigido e com um belo toque de bola, envolvente e objetivo, a Ferroviária ia confirmando sua vitória.

Mas, a boa fase de Gustagol não acabou com sua lesão no joelho. Nos minutos finais, o centroavante estava no lugar certo e na hora certa para aproveitar jogada de Clayson e mandar para o fundo do gol. Nono gol do camisa 19 na temporada.

A frustração dos mandantes com o apito final ficou evidente, enquanto os corintianos terminaram o jogo cantando nas arquibancadas, cientes de que tudo poderia ter sido muito pior e agora a classificação ficou mais perto, já que quarta a definição da vaga sairá em Itaquera.

GAZETA ESPORTIVA