PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Marcelo Veiga prega regularidade e fala de mudança no comportamento

Em entrevista exclusiva para a Gazeta Esportiva, o técnico do Bragantino, Marcelo Veiga, revelou ter altas expectativas para o Massa Bruta no Campeonato Paulista de 2019, primeira competição que o clube disputará no ano. ?A expectativa é grande. Expectativa da gente fazer um campeonato bom, como fizemos ano passado. O objetivo é de chegar entre os [?]

08:30 | 18/01/2019

Em entrevista exclusiva para a Gazeta Esportiva, o técnico do Bragantino, Marcelo Veiga, revelou ter altas expectativas para o Massa Bruta no Campeonato Paulista de 2019, primeira competição que o clube disputará no ano.

?A expectativa é grande. Expectativa da gente fazer um campeonato bom, como fizemos ano passado. O objetivo é de chegar entre os dois primeiros colocados do grupo, para termos a chance de, quem sabe, decidir uma vaga para a final. Temos que pensar alto, mas com os pés no chão. O campeonato é duro, complicado. Vamos procurar fazer os resultados em casa?, contou, antes de complementar.

?A ideia é fazer um campeonato seguro, mas sabendo da dificuldade. Queremos repetir o ano que fizemos (em 2018). Como a base foi mantida, ajuda muito. Espero que a gente consiga entrar bem na competição e que tenha a regularidade para se manter entre os primeiros colocados?, concluiu.

O sentimento para Marcelo Veiga é de ano novo, vida nova. Mesmo com a experiência, o treinador revelou não deixar de procurar maneiras de se renovar ? seja fora das quatro linhas, com estudos no exterior e cursos na CBF, seja dentro do campo, em sua relação com os atletas.

?Mudança é uma coisa natural, até pela experiência que fui adquirindo. Eu era um cara que jogava muito junto dos atletas, xingava bastante na beirada do campo. Isso não trouxe coisas boas para mim. Procurei mudar o comportamento, fui estudar. Fiz dois anos de curso para a licença A da CBF, depois mais dois anos para a licença PRO. Fui para fora do país também, ver algumas coisas que aconteciam no futebol de lá de fora. Isso tudo foi me dando sustentação, além das experiências que tive como treinador. O comportamento mudou, sem dúvida. Maneira de trabalhar, postura dentro de campo? isso tudo é importante para a melhora profissional?, disparou.

Por fim, Veiga afirmou não ser injusto dizer que o Bragantino, por questões de identificação, é o clube da sua vasta carreira como treinador.

?Creio que sim, até pelos resultados e por tudo que passei aqui. Bragantino me deu toda a sustentação profissional necessária. O clube me oportunizou montar grandes elencos, participar de grandes competições? e tudo isso facilitou minha trajetória. Quando falam do Bragantino, sem dúvida vem a figura do Marcelo Veiga, e fico muito feliz e gratificado com isso?, finalizou.

* Especial para a Gazeta Esportiva

Gazeta Esportiva

TAGS