PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Presidente da Ponte Preta confirma fim das negociações e saída de Kleina

Gilson Kleina não será treinador da Ponte Preta em 2019. Nesta terça-feira, em entrevista coletiva concedida no Moisés Lucarelli, o presidente da Macaca, José Armando Abadall, confirmou a saída do treinador por ?falta de uma resposta?. Apesar do desejo pela continuidade do trabalho e o envio de uma proposta de renovação, o clube de Campinas [?]

10:30 | 04/12/2018

Gilson Kleina não será treinador da Ponte Preta em 2019. Nesta terça-feira, em entrevista coletiva concedida no Moisés Lucarelli, o presidente da Macaca, José Armando Abadall, confirmou a saída do treinador por ?falta de uma resposta?. Apesar do desejo pela continuidade do trabalho e o envio de uma proposta de renovação, o clube de Campinas não recebeu uma resposta do treinador e encerrou as negociações.

?Na segunda passada foi feita uma proposta, por sinal proposta excepcional, muito excepcional para o Kleina, e ele ficou de dar resposta. Esperamos até sexta, passou o prazo. Agora, sou obrigado a afirmar que a Ponte suspende as negociações com o Kleina por não ter uma posição dele?, disse Abadall.

Ainda de acordo com o presidente, os empresários de Kleina foram avisados do fim das negociações e a partir de agora será estabelecido um ?plano B? para comandar a Macaca em 2019. Quanto a nomes, José Armando Abadall adotou o mistério, mas confirmou que em um primeiro momento o nome de Guto Ferreira, atualmente sem clube, está descartado.

?Estamos esperando há 10 dias. Não dá para ficar refém de ninguém. O tempo está andando, o mercado está na ativa e precisamos ir atrás de jogadores para 2019. Insistentemente a gente busca uma resposta, e só posterga. Todo mundo tem seu limite, e a instituição precisa ser respeitada?, comentou.

?Assim, comunicamos ao procurador do Kleina que as negociações estão suspensas e tomamos a liberdade de ir em busca de outro nome. A questão do Guto Ferreira não foi discutida neste momento?, finalizou o mandatário.

Apesar de ter terminado a Série B na quinta posição, a Ponte Preta ainda sonha com o acesso. Isso porque existe o caso Ernandes, que atuou com as camisas de Ceará e Goiás em 2018, mas possui uma irregularidade quanto a sua data de nascimento.

Gazeta Esportiva

TAGS