PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Petraglia pondera sobre dificuldade do grupo do Furacão

O Atlético Paranaense já conhece seus adversários na Libertadores da América 2019. O sorteio colocou no caminho do Furacão o atual vice-campeão, o Boca Juniors, da Argentina, além do Deportivo Tolima, da Colômbia e o Jorge Wilstermann, da Bolívia, formando o Grupo G da competição. Em uma breve declaração após o sorteio, o presidente do [?]

10:15 | 18/12/2018

O Atlético Paranaense já conhece seus adversários na Libertadores da América 2019. O sorteio colocou no caminho do Furacão o atual vice-campeão, o Boca Juniors, da Argentina, além do Deportivo Tolima, da Colômbia e o Jorge Wilstermann, da Bolívia, formando o Grupo G da competição. Em uma breve declaração após o sorteio, o presidente do Conselho Deliberativo, Márcio Celso Petraglia, ponderou sobre a dificuldade do grupo.

?Quem está na chuva tem que se molhar. Quem quer ganhar tem que saber lidar, ganhar e bola para frente?, disse o dirigente sobre a dificuldade de encarar os argentinos, além das longas viagens para Colômbia e Bolívia. Nada que pareça assustar, desde que o Rubro-Negro tenha a preparação e os reforços necessários ?Uns ficam felizes, outros não. Nos, temos que nos preparar e jogar. Sorteio não define nada, o que define são os jogos?, completou.

O Rubro-Negro, campeão da Copa Sul-americana, entra direto na fase de grupos, que tem previsão de início para os dias 5, 6 e 7 de março. Essa será a sexta participação da equipe na competição. Em 2005, a melhor campanha atleticana, chegando à final da competição, diante do São Paulo, na polêmica decisão que deixou de fora a Arena da Baixada. O desafio agora é conseguir manter a base. O atacante Pablo, por exemplo, já está de malas prontas para defender o São Paulo.

Gazeta Esportiva

TAGS