PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Procurador federal suíço justifica reuniões com Infantino

Pressionado desde as revelações do Football Leaks, o procurador federal suíço Michael Lauber justificou nesta quarta-feira a legitimidade de suas reuniões com o presidente da Fifa Gianni Infantino. ?Este tipo de reuniões é algo normal e habitual, especialmente nos casos complexos?, defendeu-se Lauber, que supervisiona desde setembro de 2015 as numerosas investigações que se iniciaram [?]

17:00 | 21/11/2018

Pressionado desde as revelações do Football Leaks, o procurador federal suíço Michael Lauber justificou nesta quarta-feira a legitimidade de suas reuniões com o presidente da Fifa Gianni Infantino.

?Este tipo de reuniões é algo normal e habitual, especialmente nos casos complexos?, defendeu-se Lauber, que supervisiona desde setembro de 2015 as numerosas investigações que se iniciaram após a revelação de um amplo escândalo de corrupção na Fifa.

Lauber convocou uma coletiva de imprensa para responder às críticas recebidas, após o descobrimento de vínculos privilegiados entre o poder judicial da Suíça e a entidade máxima do futebol, que foram revelados pelo Football Leaks, que também confirmou duas reuniões secretas e informais entre Lauber e Infantino em 2016, pouco depois do italiano ser eleito presidente da Fifa.

Ainda de acordo com a Football Leaks, Infantino manteve também uma relação estreita com um procurador de Alto-Valais, Rinaldo Arnold, a quem ofereceu ingressos para partidas de futebol.

Gazeta Esportiva

TAGS