Participamos do

Paranistas reclamam de pênalti não marcado diante do Vovô

O Paraná Clube mostrou garra e mais uma vez muita determinação, mesmo já rebaixado no Campeonato Brasileiro, e vendeu caro a derrota por 1 a 0 para o Ceará, no Castelão. Porém, o time saiu de campo na ronca com o árbitro Luiz Flavio de Oliveira que teria deixado de marcar uma penalidade no último [?]
23:15 | Nov. 22, 2018
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Paraná Clube mostrou garra e mais uma vez muita determinação, mesmo já rebaixado no Campeonato Brasileiro, e vendeu caro a derrota por 1 a 0 para o Ceará, no Castelão. Porém, o time saiu de campo na ronca com o árbitro Luiz Flavio de Oliveira que teria deixado de marcar uma penalidade no último lance da partida. Revoltado, o goleiro Richard vê trabalho do time jogado fora por conta de um erro externo.

?Em uma partida dessas, com a gente trabalhando, reformulando, com a dedicação do grupo, do Dado, pensado em fazer um bom jogo, e a arbitragem vem e decide o jogo?, disse o jogador, acreditando que a pressão da torcida influiu na decisão. ?É mais fácil. O Paraná rebaixado e o Ceará na briga. Hoje pode colocar na conta da arbitragem?, acrescentou.

O goleiro paranista não poupou críticas à decisão de não marcar toque de mão do zagueiro Luiz Otávio e disparou também contra a Confederação Brasileira de Futebol. ?Ele não quis dar. Porque foi. Enquanto não profissionalizar a arbitragem vai ter esse tipo de coisa. A CBF está acomodada em relação a isso e vai continuar existindo esse tipo de coisa?, reclamou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para o zagueiro Charles, o Castelão lotado foi determinante na decisão da arbitragem, que no primeiro tempo anotou em lance semelhante a penalidade para o Vovô, que marcou seu único gol na cobrança de Juninho. ?Nessas horas, quase no último lance do jogo, torcida pressionado, o juiz não age na má fé, mas com o clima do jogo vai não marcar contra o time da casa. O fator casa influencia?, concluiu.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente