PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Jornal revela que PSG pode ser punido pela Uefa e excluído de torneios

Segundo o jornal francês L?Équipe, o Paris Saint-Germain corre o risco de ser excluído das próximas edições da Liga dos Campeões da Europa. O motivo dessa possível punição seria a reabertura do processo de análises do financeiro dos clubes, anunciado pela Uefa logo após uma série de denúncias feitas pelo Football Leaks. A publicação informa, [?]

09:15 | 14/11/2018

Segundo o jornal francês L?Équipe, o Paris Saint-Germain corre o risco de ser excluído das próximas edições da Liga dos Campeões da Europa. O motivo dessa possível punição seria a reabertura do processo de análises do financeiro dos clubes, anunciado pela Uefa logo após uma série de denúncias feitas pelo Football Leaks.

A publicação informa, a Câmara de Adjudicação da entidade máxima do futebol europeu vem avaliando as contas do clube francês e detectou um grave problema na questão dos contratos da equipe com seus patrocinadores, em sua grande maioria provenientes do Catar.

De acordo com o jornal, os montantes que entraram no clube através de patrocinadores sofreu uma desvalorização de 37%, o que representaria uma queda nos 138 milhões de euros (cerca de R$ 590 milhões), declarados pelo clube, para 87 milhões (R$ 372 milhões).

Essa enorme redução nas receitas do PSG pode simbolizar uma enorme perigo ao clube. Para se ter uma ideia, caso essa desvalorização acontecesse na temporada 2016/17, o clube terminaria o período com um déficit de 84 milhões de euros, o que representa um valor muito acima do limite de 30 estipulado pela Uefa.

Dessa forma, caso o clube não apresenta uma melhora em seu faturamento, ele inevitavelmente acabará sendo punido devido a essa regra. O regulamento da Uefa prevê punições progressivas para os clubes que não respeitarem as suas indicações de fair-play financeiro. Como a equipe francesa já foi punida em 2014, as possíveis novas sanções seriam mais duras, como por exemplo a exclusão do clube em torneios organizados pela entidade.

Além da questão envolvendo a grande queda da receita dos patrocinadores, outra preocupação da Uefa quanto ao PSG será entender como o clube pretende abater a dívida criada pelas contratações de Neymar, que custou 222 milhões de euros (R$ 812 milhões) e Mbappé , por quem a equipe pagou 180 milhões de euros (R$ 674,7 milhões).

Gazeta Esportiva

TAGS