PUBLICIDADE
Futebol

Furacão segue na luta pelo G6 destacando padrão de jogo em casa

Seguindo seu caminho na busca pelo G6 do Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense voltou a mostrar força na Arena da Baixada e bateu o Corinthians por 1 a 0, segundo na cola do xará Atlético Mineiro, que segue três pontos à frente, na sexta colocação. Autor do único gol da partida, o zagueiro Léo Pereira [?]

23:45 | 21/11/2018

Seguindo seu caminho na busca pelo G6 do Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense voltou a mostrar força na Arena da Baixada e bateu o Corinthians por 1 a 0, segundo na cola do xará Atlético Mineiro, que segue três pontos à frente, na sexta colocação. Autor do único gol da partida, o zagueiro Léo Pereira revelou que desde a base está acostumado a balançar a rede e esta caraterística está se repetindo entre os profissionais.

?Na base eu já fazia muitos gols, até pela estatura, e agora está saindo com mais frequência. Estou feliz com o momento que estou vivendo no clube?, disse o defensor rubro-negro, que vê a equipe na luta direta por uma vaga na Libertadores da América. ?Com certeza estamos mais vivos do que nunca. O Atlético-MG tropeçando e a gente vencendo, passamos eles. Vamos até a última rodada?, projetou.

O técnico Tiago Nunes não gostou muito da atuação do time no primeiro tempo, mas ficou satisfeito com o controle imposto na etapa final. ?Em qualquer circunstância, o Corinthians é uma equipe que precisa ser respeitada por sua tradição. É uma equipe que ainda tem interesses na competição e demoramos a encaixar nosso jogo. O primeiro tempo não foi tão bom. É teve aquela característica de drama no final, com o Corinthians colocando todo mundo em nossa área. Mas, uma postura muito boa no segundo tempo?, avaliou.

Destacando a arrancada atleticana na competição, o comandante rubro-negro exaltou ainda o ótimo aproveitamento como mandante, retomando uma tradição do clube em seu ?caldeirão?. ?Mais uma vitória. Fico feliz por uma equipe que passou 13 rodadas na zona de rebaixamento ter saído de lá, ter dado a volta por cima e estar vivendo um momento muito bom. A gente resgatou a força do Atlético dentro de casa. A gente vem tendo um aproveitamento muito bom e entendeu que dentro de casa podemos fazer um jogo mais agressivo. Criamos uma identidade de jogo?, concluiu.

Gazeta Esportiva

TAGS