PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Filipe Luís exalta amistoso diante do Uruguai: ?É um rival de peso?

Depois de enfrentar Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita e uma Argentina sem suas principais estrelas, a Seleção Brasileira terá seu grande teste após a Copa do Mundo da Rússia nesta sexta-feira, às 18 horas (de Brasília), quando enfrenta o Uruguai no Emirates Stadium, em partida amistoso. Companheiro dos zagueiros José Giménez e Diego Godín no [?]

15:00 | 14/11/2018

Depois de enfrentar Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita e uma Argentina sem suas principais estrelas, a Seleção Brasileira terá seu grande teste após a Copa do Mundo da Rússia nesta sexta-feira, às 18 horas (de Brasília), quando enfrenta o Uruguai no Emirates Stadium, em partida amistoso.

Companheiro dos zagueiros José Giménez e Diego Godín no Atlético de Madrid, o lateral Filipe Luís exaltou a seleção uruguaia. ?É uma partida muito importante para a gente, é um rival de peso, a gente sabe da nossa rivalidade com eles (uruguaios) e a dificuldade que é jogar contra o Uruguai?, disse o jogador em entrevista à CBF TV.

O jogador ainda relembrou o penúltimo encontro entre brasileiros e uruguaios. Na oportunidade, em outubro de 2016, pelo primeiro turno das Eliminatórias para o Mundial da Rússia, os comandados de Tite abriram 2 a 0 na Arena Pernambuco, mas os rivais sul-americanos reagiram e arrancaram o empate.

?Em um jogo no Recife estávamos ganhando por 2 a 0 e eles empataram nas Eliminatórias, então sabemos que não vai ser fácil, é um jogo complicado, mas muito importante na nossa preparação e no nosso entrosamento, que a gente está adquirindo nestes amistosos. E estamos felizes de ter um adversário como o Uruguai pela frente?, declarou o atleta.

Por fim, Filipe Luís analisou a importância do duelo desta sexta-feira visando a preparação para o início da Copa América, que será realizada entre os dias 14 de junho e 7 de julho, em solo brasileiro. Segundo ele, é importante enfrentas seleções do continente para se adequar aos diferentes estilos de jogo.

?Cada seleção sul-americana tem uma forma diferente de jogar. O Uruguai tem uma forma muito diferente do Equador, da Argentina. É bom para termos situações diferentes dentro do campo e para que a gente tenha de se adaptar às situações novas e melhorar como grupo. Mas com certeza é um rival de peso, um adversário difícil e este amistoso vai ajudar a fortalecer muito o grupo para a Copa América, independentemente do resultado?, declarou.

 

Gazeta Esportiva

TAGS