PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Buscando sair do Z4, Vitória recebe o Bahia para tentar quebrar tabu

Neste domingo, o Vitória recebe o Bahia no estádio do Barradão para a disputa de mais uma das ?finais? da equipe Rubro-Negra para tentar escapar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Além de precisar pontuar para deixar a parte de baixo da tabela, a equipe precisa aproveitar o fator casa para vencer e também [?]

13:15 | 11/11/2018

Neste domingo, o Vitória recebe o Bahia no estádio do Barradão para a disputa de mais uma das ?finais? da equipe Rubro-Negra para tentar escapar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Além de precisar pontuar para deixar a parte de baixo da tabela, a equipe precisa aproveitar o fator casa para vencer e também quebrar uma amarga sequência de nove Ba-Vis sem derrotar o seu maior rival.

Para cumprir estes objetivos, a equipe do Leão da Barra realizou uma troca no seu comando técnico durante a semana. Após rescindir o contrato com Paulo César Carpegiani, a equipe confirmou o técnico João Burse como interino até o final deste ano.

Com 34 pontos conquistados e com a equipe na 17ª colocação, o jovem comandante de 36 anos terá a missão de tirar a equipe da zona de rebaixamento. Atualmente a diferença a ser tirada para sair da zona de rebaixamento é de dois pontos. E para começar com essa dura missão, nada melhor que uma vitória num clássico estadual.

?Muitas coisas mudaram depois do último Ba-Vi, na Fonte Nova. Cada Ba-Vi é um jogo diferente. Clássico é definido em detalhes. Em alguns, você está bem no jogo, vacila em determinada situação e acaba se complicando. A gente está bem concentrado em relação aos detalhes, para não errar, como erramos. É um jogo que vai decidir nosso futuro no campeonato. Se conseguirmos uma vitória em um jogo especial como esse, melhora a confiança, o astral, então tenho certeza que a galera está animada para esse jogo?, declarou o volante Yago, que pode recuperar a sua vaga no meio de campo do Vitória.

Já pelo lado do Bahia, a expectativa é de a equipe consiga aumentar o tabu que vem conquistando no clássico contra o Vitória. Com 40 pontos conquistados, o Tricolor de Aço ocupa uma zona intermediária na tabela e praticamente não corre mais riscos de rebaixamento e não é considerado um dos postulantes a uma vaga para a Libertadores.

Mesmo sem grandes pretensões na competição, o capitão Nilton deixou claro que a equipe tem que esquecer a pressão de fora para esta partida e os nove clássico anteriores sem derrotas pelo lado do Bahia.

?Sabemos da força deles no Barradão. Temos que saber da dificuldade que vamos encontrar, que os números vão desaparecer naquele momento. Tivemos jogos difíceis, e esse não vai ser fácil?, declarou. ?A gente acaba vendo que existe pressão da parte de lá. E nosso lado também existe. Não podemos transferir. O comprometimento tem que existir?, completou.

Dentro de campo, o técnico Enderson Moreira tem alguns problemas para definir a equipe titular. Duas ausências são certas: o meia Marco Antonio e o atacante Gilberto, devido a lesões. O goleiro Douglas acabou sendo suspenso pela expulsão que sofreu na partida contra o Vasco. O clube ainda tenta um efeito suspensivo para contar com seu arqueiro, caso não obtenha sucesso, Anderson assumirá a função.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA x BAHIA

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)

Data: 11 de novembro de 2018, domingo

Horário: 17 horas (Brasília)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa ? SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa- SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

VITÓRIA: Ronaldo; Jeferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Marcelo Benítez; W. Farias, Arouca, Léo Gomes; Erick, Lucas Fernandes e Léo Ceará.

Técnico: João Burse

BAHIA: Anderson (Douglas; Nino Paraíba, Jackson, Lucas Fonseca e Léo; Nilton e Gregore; Élber, Ramires e Zé Rafael; Edigar Junio

Técnico: Enderson Moreira

Gazeta Esportiva

TAGS