PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Real Sociedad para duas vezes na trave e empata com o Girona

Não foi por falta de chances e muito menos de atitude, mas Real Sociedad e Girona saíram do Estádio Anoeta empatados em 0 a 0 pela nona rodada do Campeonato Espanhol. Nesta segunda-feira, os times estiveram muito próximos de fazer o gol, mas os mandantes pararam duas vezes na trave, enquanto os visitantes no goleiro [?]

18:30 | 22/10/2018

Não foi por falta de chances e muito menos de atitude, mas Real Sociedad e Girona saíram do Estádio Anoeta empatados em 0 a 0 pela nona rodada do Campeonato Espanhol. Nesta segunda-feira, os times estiveram muito próximos de fazer o gol, mas os mandantes pararam duas vezes na trave, enquanto os visitantes no goleiro Moyá, e se mantiveram próximos da briga contra o rebaixamento.

Os primeiros 45 minutos foram de um duelo bastante equilibrado e de chances mais claras para os mandantes que para os visitantes. Tanto no início, com Bautista, quanto com Sandro na reta final, a Real Sociedad esteve muito próxima de abrir o placar, mas ambos pararam no goleiro Bono e na trave, respectivamente. Já o Girona pouco exigiu de Moyá, com exceção de arremates de Borja García.

Assim como o primeiro, o segundo tempo foi de chances dos dois lados. Oyarzabal foi o que passou mais perto de tirar o zero do placar, mas viu seu chute, assim como o de Sandro na primeira etapa, explodir na trave depois do desvio do goleiro. Na reta final, o Girona deixou de lado a postura conservadora para atacar a Real Sociedad, mas nem assim conseguiu fazer um gol.

Com  o empate, a Real Sociedad chegou aos 11 pontos, ultrapassou o Eibar, assumiu a 11ª colocação, mas ainda se vê próxima da zona de rebaixamento. Já o Girona chegou aos 10 pontos e aumentou para dois a diferença de pontos em relação ao Leganés, que abre a parte dos times do descenso.

O JOGO

Jogando em casa, foi a Real Sociedad quem começou a partida assustando e por pouco, logo aos sete minutos, não abriu o placar. Bautista recebeu passe e arriscou de fora da área, mas Bono fez uma ótima defesa e espalmou a bola para a linha de fundo. Na sequência, a resposta do Girona veio com Borja García, que testou o goleiro Moyá e quase surpreendeu com um desvio no meio do caminho.

Enquanto a Real Sociedad tinha a posse da bola, o Girona apostava na letalidade e nas oportunidades criadas a partir do dinamismo do setor ofensivo. E nessas propostas, foram os mandantes que se mostraram com a opção mais acertada. Aos 40 minutos, por exemplo, Sandro parou na trave. Após o arremate, Bono chegou a tocar na bola, que explodiu no poste impedindo a vantagem parcial dos donos da casa.

Diferentemente da primeira etapa, os 45 minutos finais começaram com menos intensidade e menos ímpeto ofensivo dos dois times, que se mostraram mais preocupados em não perderem pontos no Anoeta. A primeira boa chance foi apenas aos 22 minutos, com Oyarzabal, que testou de fora da área, contou com o desvio do goleiro e, mais uma vez, com o toque na trave.

Acuado no início, o Girona repetiu a estratégia do primeiro tempo e se lançou ao ataque na reta final. Aos 28, Aday quase abriu o placar, mas o chute acabou subindo demais e saindo por cima da meta defendida por Moyá. Depois, Stuani perdeu boa chance, enquanto Anthony Lozano, aos 44 minutos, aproveitou o escanteio, mas o cabeceio foi para fora, assustando a Real Sociedad.

Gazeta Esportiva

TAGS