PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Messi marca, sai machucado e Barcelona goleia o Sevilla no Camp Nou

Lionel Messi precisou de 20 minutos para dar uma assistência, marcar e encaminhar a vitória do Barcelona diante do Sevilla, neste sábado. Em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Espanhol, o time da Catalunha contou com um começo fulminante do argentino, que deixou a partida após cair de mal jeito e sentir fortes dores [?]

18:15 | 20/10/2018

Lionel Messi precisou de 20 minutos para dar uma assistência, marcar e encaminhar a vitória do Barcelona diante do Sevilla, neste sábado. Em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Espanhol, o time da Catalunha contou com um começo fulminante do argentino, que deixou a partida após cair de mal jeito e sentir fortes dores no braço. Sem sua maior estrela, a equipe de Ernesto Valverde não se abateu e transformou a vitória em goleada, vencendo o rival direto pela ponta por 4 a 2.

Messi e Coutinho marcaram para os barcelonista no primeiro tempo, enquanto, na segunda etapa, Rakitic e Suárez completaram o placar elástico. Pelo lado sevillista, Luis Muriel e Pablo Sarabia balançaram as redes. Com o resultado, o Barça chega aos 18 pontos e assume a liderança do nacional. O Sevilla, por sua vez, estaciona nos 16 pontos e cai da liderança para a terceira posição.

Sem saber a gravidade da lesão, Messi pode ficar de fora do clássico diante do Real Madrid, que é justamente o próximo compromisso da equipe catalã na competição. A partida está programada para às 12h15 (de Brasília) do dia 28, novamente no Camp Nou. No mesmo dia, mas às 16h45 (de Brasília), o Sevilla recebe o Huesca no Ramón Sánchez Pizjuán.

Messi dá assistência, marca e sai machucado

Os primeiros 15 minutos de partida foram de pura intensidade. Logo aos dois minutos, Messi, da entrada da grande área, tocou na esquerda para Coutinho, que chutou com perfeição no ângulo direito, sem chance alguma de defesa para o goleiro Vaclik.

O troco do Sevilla não demorou sequer três minutos, e também veio de um pé brasileiro. O lateral-esquerdo Guilherme Arana recebeu na entrada da área pela esquerda e chutou cruzado no canto direito, carimbando a trave defendida por Ter Stegen.

No entanto, Lionel Messi tratou de dar um banho de água fria nos visitantes. O argentino recebeu passe em profundidade de Suárez, arrancou com a bola até a entrada da área, driblou Sergi Gómez e chutou no canto esquerdo, marcando um belo gol para ampliar a vantagem barcelonista.

A alegria da torcida do Barça deu lugar a agonia aos 16 minutos, quando Messi foi disputar bola com Franco Vásquez e caiu de mal jeito. Com muitas dores no cotovelo, o astro até tentou voltar, mas não conseguiu seguir na partida, deixando o gramado direto para os vestiários. A saída de Messi fez com que a equipe Ernesto Valverde perdesse ritmo, ao mesmo passo que o Sevilla, sentindo o golpe dos instantes iniciais, não ofereceu perigo no ataque durante o restante do primeiro tempo.

Suárez assume o protagonismo e aumenta vantagem do Barça

O Barcelona voltou elétrico do intervalo. Com oito jogados, Arthur abriu na entrada da área para Suárez, que chutou no canto esquerdo, acertando a trave defendida por Vaclik. O Sevilla não ficou atrás, e na sequência deu o troco. Após cruzamento na área, André Silva cabeceou no ângulo e obrigou Ter Stegen a fazer linda defesa. No rebote, Vásquez chutou para outra intervenção do arqueiro alemão.

Com fome de bola, Suárez enfim deixou o seu na partida. O uruguaio caiu na grande área após dividida com o goleiro Vaclik, e o árbitro assinalou penalidade máxima. Na marca da cal, o camisa 9 barcelonista bateu no canto esquerdo, sem chances de defesa.

Abatido, os visitantes pouco faziam ofensivamente, mas diminuíram o placar com uma pitada de sorte. O meio-campista Pablo Sarabia, da entrada da área, chutou forte para o gol. A bola desviou em Lenglet, enganou Ter Stegen e foi para as redes. Sem dar espaço para o adversário sonhar, Rakitic fez o quarto dos mandantes em chute média distância.

Nos acréscimos, Ben Yedder e Luis Muriel, vindos do banco, aproveitaram desatenção da defesa adversária para mostrar serviço. Em rápido contra-ataque, o francês tocou na esquerda da grande área para Muriel, que chutou de primeira, estufando as redes. O gol, contudo, apenas completou o placar da goleada catalã: 4 a 2.

 

Gazeta Esportiva

TAGS