PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Inglaterra faz 3 a 2 na Espanha e segue viva na Liga das Nações

Jogando no Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, os comandados de Gareth Southgate resolveram a partida em 45 minutos, sofreram no segundo tempo, mas venceram a Espanha por 3 a 2

18:00 | 15/10/2018
NULL
NULL(Foto: )
[FOTO1] A falta de gols nas últimas partidas e o fraco desempenho do ataque não foram nem de longe problemas para a Inglaterra nesta segunda-feira. Jogando no Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, os comandados de Gareth Southgate resolveram a partida em 45 minutos, sofreram no segundo tempo, mas venceram a Espanha por 3 a 2 pela Liga das Nações. Sterling, duas vezes, e Rashford marcaram os tentos do triunfo, que manteve os ingleses vivos por uma vaga na semifinal. Rodrigo e Sergio Ramos, na segunda etapa, descontaram para a Fúria.

Os primeiros 45 minutos foram uma clara prova da letalidade do ataque inglês. Em três chances, os ingleses balançaram as redes três vezes e fizeram o que a Espanha não encontrou capacidades para fazer. Após um início até melhor da Fúria, o English Team conseguiu encontrar os espaços, viu sua referência ofensiva, Harry Kane, atacar de garçom e Sterling e Rashford resolverem a parada.

No segundo tempo, o jogo acabou se desenhando mais morno, com menos ímpeto ofensivo inglês, que preteriu a tentativa de construir uma goleada a fortalecer o sistema defensivo. A Espanha, porém, aumentou o ritmo na reta final, diminuiu com Alcácer e fez o segundo com Sergio Ramos, já nos acréscimos. No decorrer o jogo, ainda teve um lance polêmico, em que o árbitro não marcou pênalti de Pickford em Rodrigo.

Com o triunfo, a Inglaterra chegou aos quatro pontos e segue viva na chance de classificação do Grupo 4. Já a Espanha, líder com seis, depende apenas de si para avança à semifinal, desde que vença a Croácia em duelo marcado para o dia 15 de novembro.

O JOGO

Duas propostas bem definidas: posse de bola e contra-ataque. Enquanto os espanhóis, donos da casa, mantiveram clara sua ideia de chegar ao gol de Pickford por meio da troca de passes na tentativa de envolver a seleção inglesa, os comandados de Gareth Southgate tinham a clara alternativa de apostas nos contra-ataques a fim de manter vivas as chances de classificação para a segunda fase da Liga das Nações.

E como era de se esperar, a Espanha tomou a iniciativa e criou duas boas oportunidades logo nos primeiros minutos, ambas em cobranças de escanteio. Na primeira, Thiago aproveitou a jogada ensaiada e a bola passou perto do gol. Na segunda, ao modo tradicional, Alonso arrematou e Pickford defendeu à queima-roupa para salvar a Inglaterra de levar o primeiro gol.

Se a Fúria não conseguiu aproveitar, o English Team foi letal. Aos 15 minutos, em um contra-ataque de almanaque, os comandados de Southgate abriram o placar com Sterling. Pickford lançou Harry Kane, que tocou para Rashford. O jogador do Manchester United acionou o camisa 10, que arrematou sem chances para De Gea. O tento, aliás, foi o primeiro de Sterling pela seleção inglesa desde outubro de 2015.

Mesmo atrás no placar, a Espanha não abdicou de sua proposta e voltou a assustar novamente com Thiago, aos 22 minutos, em cobrança de falta. Quem voltou a aproveitar, porém, foi a equipe visitante, desta vez com Rashford. Em lance parecido com o do primeiro gol, Kane abriu para o jovem promissor atacante dos Red Devils, que tocou na saída de De Gea e ampliou.

Na reta final do primeiro tempo, ainda teve tempo para o terceiro, novamente com Harry Kane atacando de garçom. Aos 37 minutos, Barkley lançou o craque do Tottenham, que tocou no meio da área para Sterling apenas empurrar para o gol e praticamente sacramentar o triunfo em Sevilha.

Assim como no primeiro tempo, a Espanha iniciou a segunda etapa tomando a iniciativa e buscando, com mais jogadores no campo de ataque, envolver a Inglaterra. As chances, aliás, seguiram sendo criadas. Logo aos três minutos, Saúl finalizou por cima. No lance seguinte, Asensio arriscou, a bola desviou na zaga e quase enganou Pickford.

No segundo tempo, não faltou polêmica também. Aos nove minutos, Sterling foi tocado e caiu dentro da área, mas o árbitro mandou seguir. Na sequência, a Fúria conseguiu seu primeiro gol, com Alcácer, que entrou no segundo tempo na vaga de Saúl. O atacante subiu sozinho na cobrança de escanteio e diminuiu a desvantagem. No lance que gerou o gol, Pickford falhou e cedeu o escanteio.

Motivada pelo gol, a Espanha foi em busca do empate, mas parou no forte sistema defensivo inglês. A única chance clara, aliás, veio por intermédio de um erro do arqueiro do English Team, que acabou desarmado por Rodrigo, se recuperou no lance, mas acabou derrubando o atacante espanhol, que assim como todo o estádio pediu pênalti. O árbitro porém, mandou o jogo seguir.

Na reta final, Pickford e Thiago, que entrou na frente do chute de Alcácer, além do chute na trave já nos acréscimos, davam indícios de que o placar não seria alterado. Sergio Ramos, porém, já nos acréscimos, marcou mais um, mas não evitou o revés: 3 a 2 para a Inglaterra.

Suíça passa pela Islândia e segue sonhando com classificação

A missão será difícil, mas a Suíça segue viva na briga por uma vaga na semifinal da Liga das Nações. Nesta segunda-feira, os comandados de Vladimir Petkovi%u0107 foram até Laugardalsvollur e acabaram sofrendo muito no segundo tempo para manter a vantagem construída nos minutos iniciais. No fim, porém, os suíços conseguiram um importante triunfo por 2 a 1.

Aos sete minutos, Xhaka cruxou na área e Seferovic conseguiu o desvio para abrir o placar. Depois, aos 22, foi a vez de Lang receber dentro da área e concluir com muita eficiência para ampliar a vantagem. Alfred Finnbogason, aos 36, acertou um belo chute e diminuiu. Com os três pontos, a Suíça chegou aos seis e assumiu a liderança provisória do grupo. A Bélgica, porém, possui um jogo a menos e a rodada derradeira será justamente um confronto direto entre belgas e suíços.

Confira os demais resultados da Liga das Nações nesta segunda-feira:

Liga B
Bósnia e Herzegovina 2 X 0 Irlanda do Norte

Liga C
Estónia 3 X 3 Hungria
Finlândia 2 X 0 Grécia

Liga D
Bielorrússia 0 X 0 Moldávia
Luxemburgo 3 X 0 São Marino


Gazeta Esportiva

TAGS