PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Gabriel reconhece superioridade do Furacão e lamenta goleada

A cada rodada que passa, a luta do Sport pela permanência na elite do futebol brasileiro tem ficado mais complicada. Depois de um alento com o triunfo sobre o Internacional na última rodada, o Leão foi à Arena da Baixada medir forças com o Atlético Paranaense e saiu de campo goleado por 4 a 0, [?]

21:30 | 14/10/2018

A cada rodada que passa, a luta do Sport pela permanência na elite do futebol brasileiro tem ficado mais complicada. Depois de um alento com o triunfo sobre o Internacional na última rodada, o Leão foi à Arena da Baixada medir forças com o Atlético Paranaense e saiu de campo goleado por 4 a 0, que deixou o time comandado por Milton Mendes na vice-lanterna com apenas 27 pontos.

Na saída de campo, o meia Gabriel, que teve de atuar como goleiro nos últimos minutos por conta da lesão de Magrão, lamentou muito o placar elástico sofrido, mas alertou para o bom primeiro tempo do Sport. Segundo o jogador, as sucessivas falhas no último passe minaram qualquer chance de melhor resultado em Curitiba.

?Foi um placar elástico. Eles foram melhores o jogo inteiro, isso é fato. Acho que no primeiro tempo até conseguimos nos defender bem, mas acabamos errando na última bola, no passe importante. No segundo eles abriram logo no início e isso acabou dificultando nossas ações?, disse Gabriel ao canal Premiere.

Titular no esquema do treinador Milton Mendes, o camisa 30 acabou sendo o escolhido para substituir Magrão, que aos 35 minutos se lesionou e teve de deixar o campo. Como já haviam sido feitas as três substituições, Gabriel acabou sendo escolhido e não passou ileso, sofrendo dois gols nos quais teve pouca responsabilidade.

?A substituição acabou sendo uma questão tática. Não dava para tirar ninguém da defesa, tinha que sair um jogador da frente e o Rafael Marques estava mais descansado. Por isso o professor acabou optando por mim?, explicou o meio-campista.

Gazeta Esportiva

TAGS