PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Emprestado a clube árabe, Régis se despede e agradece ao Bahia

Confirmada pelo Bahia desde a última terça-feira, a negociação por empréstimo de Régis com o Al-Wheda, time da Arábia saudita comandado pelo ex-corintiano Fàbio Carille, ganhou um novo capítulo: o final do jogador pelo clube. Nas redes sociais, o meia comunicou sua mudança, agradeceu aos torcedores do Esquadrão de Aço pelo carinho em dois anos [?]

11:00 | 05/09/2018

Confirmada pelo Bahia desde a última terça-feira, a negociação por empréstimo de Régis com o Al-Wheda, time da Arábia saudita comandado pelo ex-corintiano Fàbio Carille, ganhou um novo capítulo: o final do jogador pelo clube. Nas redes sociais, o meia comunicou sua mudança, agradeceu aos torcedores do Esquadrão de Aço pelo carinho em dois anos e meio de parceria e reconheceu os esforços feitos pela diretoria para sua permanência.

â??Gostaria de agradecer ao Bahia e sua imensa nação tricolor pelos dois anos e meio em que vesti essa camisa. Passei aqui um dos períodos mais felizes da minha carreira. Deixo aqui a minha gratidão a diretoria do Bahia, que não mediu esforços para me manter no clube, a todos os meus companheiros e funcionários, e também as amizades que fiz durante esse tempo em Salvadorâ?, escreveu.

â??A vida, porém, é feita de desafios. Hoje tenho mais um pela frente, um projeto que me deixa muito feliz e me empolga na busca por mais conquistas nessa vida. Mais uma vez, Obrigado Nação Tricolor! Jamais me esquecerei tudo que passei e conquistei aqui, junto com vocês, que nunca deixaram de me apoiar e me dar forças. Mesmo de longe, estarei sempre na torcida. Bora Bahêa minha p***â?, completou Régis.

Firmado nesta semana, o contrato entre os clubes e o meia prevê o empréstimo de uma temporada mediante ao pagamento de R$ 1,7 milhão ao Bahia. Ao fim do vínculo, existe uma cláusula de compra com valor fixado em cerca de R$ 16 milhões. Com 45% dos direitos econômicos vinculados ao atleta, o clube brasileiro, em caso de aquisição em definitivo dos árabes, embolsa mais de R$ 7 milhões.

As negociações entre Régis e Al-Wheda tiveram um fato curioso, que foi o anúncio oficial por parte do clube árabe sem consentimento do jogador, que negou em entrevista coletiva qualquer acerto. Agora, com as bases firmadas, deve acontecer uma nova confirmação do acordo. Régis deixa o Bahia com 118 jogos, 23 gols marcados e os títulos da Copa do Nordeste 2017 e Campeonato Baiano 2018.

Gostaria de agradecer ao @ecbahia e sua imensa nação tricolor pelos dois anos e meio em que vesti essa camisa. Passei aqui um dos períodos mais felizes da minha carreira. Deixo aqui a minha gratidão a diretoria do Bahia, que não mediu esforços para me manter no clube, a todos os meus companheiros e funcionários, e também as amizades que fiz durante esse tempo em Salvador. A vida, porém, é feita de desafios. Hoje tenho mais um pela frente, um projeto que me deixa muito feliz e me empolga na busca por mais conquistas nessa vida. Mais uma vez, Obrigado Nação Tricolor! Jamais me esquecerei tudo que passei e conquistei aqui, junto com vocês, que nunca deixaram de me apoiar e me dar forças. Mesmo de longe, estarei sempre na torcida. Bora Bahêa minha porra! ð??µð??´â?ª

Uma publicação compartilhada por Régis (@regissalmazzo) em

Gazeta Esportiva

TAGS