PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Bélgica bate Islândia e estreia com vitória na Liga das Nações

Duas das sensações da Copa do Mundo, Bélgica e Islândia entraram em campo nesta terça-feira pela Liga das Nações. Fazendo sua estreia na competição, a badalada geração belga foi à casa dos adversários, no Estádio Laugardalsvöllur, em Reykjavík, e venceu pelo placar de 3 a 0. Os belgas não contaram com Kevin De Bruyne, mas [?]

17:45 | 11/09/2018

Duas das sensações da Copa do Mundo, Bélgica e Islândia entraram em campo nesta terça-feira pela Liga das Nações. Fazendo sua estreia na competição, a badalada geração belga foi à casa dos adversários, no Estádio Laugardalsvöllur, em Reykjavík, e venceu pelo placar de 3 a 0.

Os belgas não contaram com Kevin De Bruyne, mas seus dois outros craques, Hazard e Lukaku duas vezes, apareceram para garantir o triunfo e os primeiros três pontos. Os islandeses, porém, perderam a segunda seguida, após serem goleados por 6 a 0 pela Suíça na primeira rodada. Pelo saldo de gols, os suíços ficam com a liderança do grupo, com a mesma pontuação dos belgas, deixando a Islândia, zerada, na lanterna.

A Bélgica volta em campo pela competição no dia 12 de outubro, quando recebe a Suíça em Bruxelas. A Islândia, por sua vez, terá um descanso maior e entra em ação três dias depois, no dia 15, para reencontrar os suíços, desta vez diante de sua torcida, em Reykjavík.

O jogo

O jogo começou com maior posse de bola do time belga que trocava passes para achar espaços na equipe islandesa. Os nórdicos, porém, não se acuavam e chegava bem ao campo de ataque. Inclusive, a primeira grande chance do jogo foi justamente deles aos 14 minutos, em boa chegada de Sigurdsson, que acabou bloqueado pela zaga.

A Bélgica respondeu e logo se mandou ao ataque, colocando pressão nos adversários. A badalada geração se mantinha no campo dos donos da casa e ocupava a área com frequência. A Islândia, porém, se fechava bem e afastava os perigos, especialmente de Lukaku, que estava desesperado para balançar as redes.

Dois gols em dois minutos

Com 29 minutos de bola rolando, Ingason fez falta em Lukaku e Sergey Karasev apitou pênalti para Bélgica. Na cobrança, Eden Hazard mandou rasteiro no canto direito e inaugurou o placar.

Os belgas não deram respiro para os islandeses. Dois minutos depois, em cobrança de escanteio, Kompany buscou a bola e cabeceou no meio do gol, para grande defesa do goleiro Halldorsson, no reflexo. No rebote, porém, a bola sobrou na área e Lukaku enfim marcou o seu e ampliou a vantagem no marcador.

Com o placar inaugurado, a Bélgica tinha o domínio do jogo e mantinha a posse de bola na casa dos 70%. Contudo, não conseguiu mais estufar as redes e levou os dois gols de diferença para o intervalo.

A segunda etapa voltou seguindo o roteiro da primeira. Sem grandes oportunidades nos minutos iniciais, a Bélgica continuou sendo superior e queria o terceiro tento. A primeira boa chegada foi aos 11 minutos, quando Meunier tentou o chute de primeira de dentro da área, a bola acabou saindo à direita da meta.

O domínio e a pressão seguiam. Com 18 completos, Meunier recebeu um belo passe na entrada da área e disparou para o gol, mas a bola explodiu na trave direita.

Minutos depois, foi a vez dos anfitriões responderem. Sigurdsson soltou um bom chute, mas Courtois estava lá para frustrar sua tentativa com uma bela defesa.

Lukaku dá números finais ao jogo

A Bélgica continuava incomodando os islandeses em sua área e Lukaku ainda queria. Depois de soltar a bomba aos 35 minutos e ver sua bola ser defendida pelo goleiro, ele voltou e desta vez não perdoou. Mertens cruzou na área e o centroavante se antecipou a Halldorsson, mandando um golaço no canto esquerdo do arqueiro.

Nos minutos finais, a pressão foi dos donos da casa, que queriam o gol de honra. Aos 40, a Islândia ainda teve boa chance de diminuir em cobrança de falta, ma Sigurdsson acabou batendo forte demais e não levou perigo à meta de Courtois.

Os belgas, porém, logo recuperaram a bola e apenas trocavam passes e administravam o resultado. Ainda assim, tiveram boa chance já nos acréscimos, mas a bola de Mertens subiu demais e saiu, decretando o 3 a 0.

Confira outros resultados desta terça-feira na Liga das Nações:

Liga A:

Espanha 6 x 0 Croácia

Liga B:

Bósnia 1 x 0 Herzegovina x Áustria

Liga C:

Finlândia 1 x 0 Estónia

Hungria 2 x 1 Grécia

Liga D:

Moldávia 0 x 0 Bielorrússia

São Marino 0 x 3 Luxemburgo

Gazeta Esportiva

TAGS