PUBLICIDADE
Futebol


Wellington Paulista é afastado e treinará em separado na Chape

A passagem de Wellington Paulista pela Chapecoense acabou não tomando rumos prósperos. O técnico Guto Ferreira não conta com o atacante para o restante da temporada e optou por afastá-lo dos trabalhos da equipe. O jogador, que não rescindirá seu contrato com o clube, foi avisado nesta terça-feira que deixará de integrar o elenco condá, [?]

09:15 | 29/08/2018

A passagem de Wellington Paulista pela Chapecoense acabou não tomando rumos prósperos. O técnico Guto Ferreira não conta com o atacante para o restante da temporada e optou por afastá-lo dos trabalhos da equipe. O jogador, que não rescindirá seu contrato com o clube, foi avisado nesta terça-feira que deixará de integrar o elenco condá, passando a treinar em separado.

?A Diretoria da Chapecoense, em conjunto com o Departamento de Futebol, informa que o jogador Wellington Paulista não treinará mais com o grupo principal. Ele fará suas atividades com o elenco de transição e aspirantes do clube?, informou a assessoria de imprensa da agremiação, em comunicado oficial.

O centroavante tem vínculo até o fim de 2019 com a Chape e, por ter disputado mais de sete partidas pelo Campeonato Brasileiro 2018, não pode ser negociado com nenhum outro clube da Série A ainda nesta temporada.

A decisão de Guto Ferreira não coincide com a importância que vinha sendo atribuída a Wellington Paulista em 2018. Artilheiro do time na temporada com 11 gols, o atacante era titular absoluto e capitão da equipe enquanto Gilson Kleina era o comandante. Com a troca de treinadores, o camisa nove perdeu espaço e passou a frequentar o banco de reservas de maneira inédita no time catarinense. Contra o Vasco, no último domingo, não entrou um minuto sequer.

O jogador já tem 34 anos de idade e está desde o início de 2017 na Chapecoense. Além os 27 gols anotados, recentemente completou 100 jogos com a camisa verde e branca.

 

Gazeta Esportiva

TAGS