PUBLICIDADE
Futebol

Tucumán segura Atlético Nacional e enfrentará o Grêmio nas quartas

O Atlético Tucumán está nas quartas de final da Libertadores pela primeira vez em sua história. Visitando o poderoso Atlético Nacional, bicampeão da Libertadores, o time argentino não se intimidou com o estádio Atanasio Girardot lotado e conseguiu segurar os donos da casa, que até venceram por 1 a 0, gol de Omar Duarte, mas [?]

00:00 | 29/08/2018

O Atlético Tucumán está nas quartas de final da Libertadores pela primeira vez em sua história. Visitando o poderoso Atlético Nacional, bicampeão da Libertadores, o time argentino não se intimidou com o estádio Atanasio Girardot lotado e conseguiu segurar os donos da casa, que até venceram por 1 a 0, gol de Omar Duarte, mas não evitaram a eliminação em Medellín, na Colômbia.

A partida de ida foi vencida pelo Atlético Tucumán, que construiu uma excelente vantagem de 2 a 0 que o deu margem para se classificar fora de casa mesmo com derrota. Agora, o time argentino terá pela frente o Grêmio, que bateu o Estudiantes nos pênaltis após vencer por 2 a 1 em Porto Alegre. O primeiro jogo será na Argentina, já que o Tricolor gaúcho tem melhor campanha.

O jogo ? O Alético Nacional foi com tudo para cima do Atlético Tucumán desde o primeiro minuto e logo conseguiu diminuir a vantagem construída pelos rivais no jogo de ida. Aos 11, Dayro acionou Vladimir, que pela direita conseguiu o cruzamento na medida para Omar Duarte finalizar de maneira certeira e abrir o placar para os donos da casa.

Animados com a vitória parcial, os jogadores do Atlético Nacional seguiram pressionando o time adversário e por pouco não ampliaram aos 16 minutos, quando Felipe Aguilar experimentou e viu a bola passar muito perto da meta defendida por Lucchetti.

Antes de as equipes irem para o intervalo, os campeões da Libertadores de 2016 ainda tiveram mais uma oportunidade para marcar o segundo. Desta vez, foi Aldo Leao Ramírez quem decidiu arriscar de longe, tirando tinta da trave direita do Atlético Tucumán, que apesar do sufoco conseguiu se dirigir ao vestiário ainda na frente no placar agregado.

Segundo tempo

No segundo tempo o Atlético Nacional manteve a pressão que impôs na etapa inicial, mas somente depois dos 20 primeiros minutos conseguiu levar perigo à meta rival. Aos 20 minutos, Lucumi, que entrou na vaga de Vladimir Hernández, fez ótima jogada individual pela direita, invadiu a área e foi derrubado pelo marcador, mas o árbitro chileno não marcou pênalti.

Posteriormente, Aguilar foi o protagonista de duas chances desperdiçadas pelo Atlético Nacional. Primeiro, o jogador recebeu cruzamento rasteiro, livre, no meio da área, mas furou a bola ao tentar bater. Depois, ele foi acionado nas costas da zaga, em cruzamento na medida, mas errou o voleio.

Já aos 34 minutos o Atlético Tucumán teve a chance de matar o jogo e garantir a classificação com Diaz, que saiu na cara do gol após passe por cima, contudo, bateu em cima da defesa do Atlético Nacional. Desta forma, coube aos argentinos aguentarem a pressão dos donos da casa na reta final da partida para comemorarem a surpreendente classificação às quartas de final da Libertadores.

Gazeta Esportiva

TAGS