PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Na China, PSG e Monaco se enfrentam pela Supercopa da França

O primeiro título no futebol francês será decidido neste sábado, mas fora do país, no Estádio Baoan, em Shenzhen, na China. A partir das 9h (de Brasília) Paris Saint-Germain e Monaco se enfrentam na decisão da Supercopa da França. O torneio é tradicionalmente disputado entre o campeão francês e o da Copa da França, mas [?]

20:15 | 03/08/2018

O primeiro título no futebol francês será decidido neste sábado, mas fora do país, no Estádio Baoan, em Shenzhen, na China. A partir das 9h (de Brasília) Paris Saint-Germain e Monaco se enfrentam na decisão da Supercopa da França. O torneio é tradicionalmente disputado entre o campeão francês e o da Copa da França, mas como o PSG ganhou os dois canecos vai decidir com o vice-campeão da Copa da França, no caso, o time do Principado.

O PSG pode buscar o hexacampeonato na competição, pois ganhou as últimas cinco edições, sendo a mais recente justamente diante do Monaco, por 2 a 1. Esta foi a única decisão entre as duas equipes. Confirmando a taça o PSG, inclusive, vai se igualar ao Lyon, clube mais vitorioso do torneio, com oito conquistas. O Monaco foi campeão quatro vezes, sendo a última em 2000, quando superou o Nantes nos pênaltis após empate sem gols.

A grande dúvida no PSG é sobre a presença ou não de Neymar, que se reapresentou ao grupo no meio de semana. O técnico Thomas Tuchel, porém, pretende contar com o jogador, mas teme o aspecto físico.

?Infelizmente a temporada começa muito cedo em anos pós Copa do Mundo e Eurocopa. Elas deveriam começar mais tarde para que os atletas estivessem em boas condições no começo, uma vez que já existem títulos em disputa?, disse Tuchel, que assumiu o comando do time na vaga do demitido Unay Emery

O Monaco, que segue sendo dirigido pelo português Leonardo Jardim, também não terá a sua estrela, o artilheiro colombiano Radamel Falcao García, que só se reapresentou ao grupo na sexta-feira. O meio-campista Aleksandr Golovin, destaque da seleção russa na Copa do Mundo e principal contratação, não foi relacionado em um frágil elenco, ainda debilitado pela perda do meia português João Moutinho, que foi jogar no Wolverhampton da Inglaterra.

Apesar da maior qualidade do PSG, o Monaco adota um discurso otimista. ?Nossa equipe tem condições de fazer um bom jogo e em noventa minutos tudo pode aconter?, disse Jardim, que na temporada passada viu o PSG, jogando em casa, atropelar sua equipe por 7 a 1 no Campeonato Francês.

Caso a partida deste sábado termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade no tempo extra, o campeão será conhecido nas cobranças de pênaltis.

 

Gazeta Esportiva

TAGS