PUBLICIDADE
Futebol


Bayern vence Chicago Fire em despedida de Schweinsteiger

Esta terça-feira foi dia de despedida no futebol alemão. Em vias de pendurar as chuteiras, Bastien Schweisteiger foi o protagonista do duelo entre Bayern de Munique e Chicago Fire, dois dos times que o meio-campista defendeu em sua carreira. Na Allianz Arena, quem levou a melhor foram os donos da casa. O placar foi de [?]

11:00 | 29/08/2018

Esta terça-feira foi dia de despedida no futebol alemão. Em vias de pendurar as chuteiras, Bastien Schweisteiger foi o protagonista do duelo entre Bayern de Munique e Chicago Fire, dois dos times que o meio-campista defendeu em sua carreira. Na Allianz Arena, quem levou a melhor foram os donos da casa. O placar foi de 4 a 0, com gols de Gnabry, Sandro Wagner e Robben, além do próprio Schweisteiger.

A festa foi marcada por diversas homenagens, que começaram ainda na segunda-feira, quando o jogador de 34 anos de idade entrou para o Hall da Fama do clube bávaro. Já na Allianz Arena, o meia teve contato com a torcida, posou com os troféus que conquistou no Bayern e discursou no microfone após o apito final.

Revelado pelo time de Munique, Schweisteiger vestiu o uniforme vermelho durante 13 anos e exatos 500 jogos. Ao todo, foram 22 títulos faturados e 68 gols anotados. Entre 2015 e 2017, teve passagem discreta pelo Manchester United antes de se mudar para os Estados Unidos e defender o Chicago Fire. O alemão, inclusive, jogou um tempo em cada equipe.

Bastien é o 18º nome da história do Bayern a ser eleito para o hall da fama do Bayern, se juntando a lendas como Franz Beckenbauer, Gerd Müller, Sepp Maier, Lothar Matthäus e Philipp Lahm.

 

Gazeta Esportiva

TAGS