PUBLICIDADE
Futebol


Manchester United supera Milan após 14 cobranças de pênalti

O Manchester United sofreu, mas superou o Milan na madrugada desta quinta-feira, em Carson, na Califórnia, em duelo válido pela Copa Internacional dos Campeões. Após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, os Red Devils levaram a melhor na peculiar disputa de pênaltis. Após 14 cobranças, o time comandado por José Mourinho acabou levando [?]

02:45 | 26/07/2018

O Manchester United sofreu, mas superou o Milan na madrugada desta quinta-feira, em Carson, na Califórnia, em duelo válido pela Copa Internacional dos Campeões. Após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, os Red Devils levaram a melhor na peculiar disputa de pênaltis. Após 14 cobranças, o time comandado por José Mourinho acabou levando a melhor sobre os italianos por 9 a 8 graças a Kessié, que mandou por cima do travessão na tentativa de finalizar de cavadinha.

O Manchester United protagonizou as principais chances de gol no primeiro tempo. Apesar da boa resistência do jovem goleiro Donnarumma, que fez defesas importantes ao longo dos 45 minutos iniciais, o time comandado pelo técnico José Mourinho não demorou muito para abrir o placar na Califórnia.

Aos 12 minutos, Juan Mata mostrou notável rapidez de raciocínio ao ficar com a sobra e tocar de primeira, por cima, para Alexis Sánchez. O chileno saiu nas costas do zagueiro e invadiu a área livre de marcação para deslocar o goleiro rival e balançar as redes.

O Milan, por sua vez, não se abalou com o gol do camisa 7 e rapidamente reagiu. Aos 15 minutos, Bonucci fez excelente lançamento para Suso, que saiu na cara do gol. O zagueiro Eric Bailly ainda tentou chegar na disputa, contudo, o atacante rossonero foi mais rápido para pegar em cheio na bola, bater cruzado e deixar tudo igual.

No segundo tempo a partida se tornou mais equilibrada. O Milan decidiu realizar uma série de substituições, enquanto o Manchester United preferiu dar continuidade ao time que iniciou a partida. Desta forma, ambas as equipes procuraram espaços para chegarem ao gol de desempate, porém, somente no final da etapa complementar a torcida quase pôde comemorar a bola nas redes.

Aos 39 minutos, Çalhanoglu deixou Borini na cara do gol. O atacante bateu forte, cruzado, mas viu a bola explodir na trave esquerda do goleiro rival. Desta maneira, a partida acabou sendo encaminhada para as penalidades.

Pênaltis ? Nas penalidades, melhor para o Manchester United. Em uma disputa quase que interminável, houve jogadores que chegaram a cobrar duas vezes, porém, no final, Kessié acabou desperdiçando seu arremate para assegurar o triunfo dos Red Devils por 9 a 8.

Gazeta Esportiva

TAGS