PUBLICIDADE
Futebol

Fraude fiscal obriga James Rodríguez a pagar R$ 50 milhões de multa

O fisco espanhol se tornou um órgão comentado constantemente na imprensa esportiva por conta de alguns deslizes de personalidades, principalmente do mundo do futebol. Dessa vez, a mais nova ?vítima? é o meio-campista colombiano James Rodríguez, que de acordo com o jornal El Mundo terá de pagar uma multa no valor de 11,6 milhões de [?]

17:15 | 26/07/2018

O fisco espanhol se tornou um órgão comentado constantemente na imprensa esportiva por conta de alguns deslizes de personalidades, principalmente do mundo do futebol. Dessa vez, a mais nova ?vítima? é o meio-campista colombiano James Rodríguez, que de acordo com o jornal El Mundo terá de pagar uma multa no valor de 11,6 milhões de euros (cerca de R$ 50 milhões) por fraude fiscal.

Segundo a publicação, James declarou cerca de 12 milhões de euros (aproximadamente R$ 52,3 milhões) como se não fosse residente em solo espanhol. Entretanto, o crime pelo qual está sendo acusado acusado diz respeito justamente ao ano de 2014, quando foi contratado pelo Real Madrid após a Copa do Mundo, onde o meia terminou como artilheiro da competição.

O camisa 10 da seleção colombiana não é o primeiro grande jogador do futebol mundial a ter problemas com o fisco. Messi, Modric, Falcão García e até mesmo Xabi Alonso, já aposentado dos gramados, tiveram de pagar multas para evitar a prisão por crimes fiscais. O caso mais marcante, porém, aconteceu com Cristiano Ronaldo que teve sucessivos problemas com a receita espanhola e firmou um acordo coincidentemente neta quinta-feira.

Dentro de campo, James também possui sua situação indefinida. Cedido por empréstimo pelo Real ao Bayern de Munique até 2019, o meia deve ter sua opção de compra exercida pelo clube alemão ao fim do vínculo, mas Julen Lopetegui, que assumiu o comando merengue nesta temporada, teria solicitado seu retorno, criando um impasse em seu futuro.

Gazeta Esportiva

TAGS