Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Figo despista sobre concorrer a presidência do Sporting: ?Para pensar?

Um dos clubes mais tradicionais do futebol português, o Sporting vive sob um ambiente político caótico na administração de Bruno de Carvalho. O mandato do atual presidente é cada vez mais insustentável, principalmente com as acusações de envolvimento na invasão no Centro de Treinamentos da equipe, na reta final da última temporada europeia. Nesse cenário, [?]
11:15 | Jun. 08, 2018
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um dos clubes mais tradicionais do futebol português, o Sporting vive sob um ambiente político caótico na administração de Bruno de Carvalho. O mandato do atual presidente é cada vez mais insustentável, principalmente com as acusações de envolvimento na invasão no Centro de Treinamentos da equipe, na reta final da última temporada europeia. Nesse cenário, as próximas eleições podem ter Luís Figo como candidato.

Formado nas categorias de base do Sporting, Figo manteve as expectativas baixas e despistou sobre as possibilidades de ser presidente. Porém, afirmou que se a decisão for essa irá se aperfeiçoar e estudar para conseguir desempenhar um grande trabalho.

?É uma função muito importante a partir do momento em que você se candidata ao que quer que seja. É de se pensar. Nunca deixei de lado essa situação, nunca pensei em tornar isso real, porque as situações que tomo são bem pensadas. Para fazer isso, preciso ter a confiança e o conhecimento necessário?, disse o ex-jogador durante a apresentação de uma campanha com sua fundação.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os resultados e a falta de competitividade do time já geravam questionamentos a diretoria dos Leões e críticas a Bruno de Carvalho. O estopim para a crise, entretanto, foi a invasão de pessoas encapuzadas ao CT e a agressão aos membros da comissão técnica e atletas. Parte dos jogadores e o próprio treinador, Jorge Jesus, acusaram o mandatário de envolvimento.

?É do conhecimento internacional os episódios que aconteceram no clube. A história e o prestígio do Sporting não condizem minimamente com o que aconteceu. É triste que se tenha vivido essas situações. Para bem do desporto e da imagem do clube é preciso averiguar todo este processo. Todos os envolvidos terão de ser punidos, sem exceção., e de uma forma exemplar?, contestou Figo.

Gazeta Esportiva

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags