PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Craques da Seleção já participaram de competições do Governo de SP

A Seleção Brasileira conta diversos jogadores que nasceram ou atuaram no Estado de São Paulo (13 entre os 23 convocados). Além de atuarem em equipes consagradas, os craques Neymar e o Gabriel Jesus também participaram dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP) e do Campeonato Estadual de Futebol, campeonatos que já revelaram grandes [?]

07:15 | 27/06/2018

A Seleção Brasileira conta diversos jogadores que nasceram ou atuaram no Estado de São Paulo (13 entre os 23 convocados). Além de atuarem em equipes consagradas, os craques Neymar e o Gabriel Jesus também participaram dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (JEESP) e do Campeonato Estadual de Futebol, campeonatos que já revelaram grandes atletas e são organizados pela Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude (SELJ).

O camisa 10 da Seleção Brasileira, que atualmente defende o Paris Saint-Germain (França), estudou e jogou pela Escola Municipal José Júlio Martins Baptista, localizada na Praia Grande, litoral de São Paulo. Neymar estudou nesta instituição durante um ano e meio e ganhou os Jogos Escolares pelo Tio Baptista, como a escola é conhecida.

O atacante Gabriel Jesus, que hoje atua no inglês Manchester City, jogou no time ?Pequeninos do Meio Ambiente?, criado em 1993 e localizado na Vila Albertina, zona norte de São Paulo. Ele entrou no clube aos oito anos e saiu aos 14 para atuar no Anhanguera, onde foi descoberto pelo Palmeiras. ?Logo no primeiro treino vimos que aquele menino magrinho era diferenciado?, afirma um dos fundadores do time, José Francisco Mamede.

O treinador Mamede, como é conhecido, tem boas lembranças do menino Jesus. Os Pequeninos do Meio Ambiente foram vice-campeões do Campeonato Estadual de Futebol naquela época. ?Chegamos na final contra a Portuguesa perdendo de 3 a 1, mas ele fez o golzinho dele né para variar, né??, disse. O treinador chama atenção de como Gabriel brilhou em um momento decisivo do campeonato. ?Na semifinal que fizemos contra o time do Negritude Júnior, que estava há muitos anos invicto, ganhamos por 4 a 1, com direito a quatro gols do Gabriel. Em três ele entrou com a bola e tudo?.

O jogador que é espelho para as crianças que jogam no time da Vila Albertina, também é motivo de elogios do técnico. ?Para nós do Pequeninos do Meio Ambiente é muito gratificante, a gente realmente acompanhou a carreira dele, sabia que teria um futuro promissor e apostamos que ele iria se tornar um atleta diferenciado. É muito legal, a gente vê tudo e acompanha o que ele tem feito com orgulho?.

Assim como treinou Gabriel, o time recebe diversas crianças sem cobrar nada. ?Nosso trabalho é totalmente voltado par a sociedade, realizando esse belo trabalho que o esporte proporciona, ou seja, transformando vidas?, concluiu Mamede.O calendário de competições da SELJ conta com eventos durante todo o ano e envolve mais de 200 mil atletas e todas as regiões do Estado.

Gazeta Esportiva

TAGS